Polí­tica

Foto: Divulgação

No município de Porto Nacional, a 60 km de Palmas, a disputa na base do governo entre os nomes do PR, PSDB e PSD continua acirrada embora os pré-candidatos neguem rivalidade.

O pré-candidato do PSDB, Otoniel Andrade tem pregado o entendimento para a definição do nome que será apoiado pelo governador Siqueira Campos assim como o irmão do senador Vicentinho Alves, Pedro Henrique Alves (PR) que em entrevista ao Conexão Tocantins estimou que apenas em junho a definição saia.

“A decisão vai ser no momento certo, o que for melhor para o grupo será escolhido”, frisou. No entanto, a expectativa de aliados de Otoniel é que ele consiga o apoio do irmão, deputado estadual Toinho Andrade (PSD). Ainda assim, Toinho mantém seu nome na disputa.

Pedro Henrique pontuou que o relacionamento entre os três nomes da base do governo estadual é bom mas reafirmou que cada um está fazendo seu trabalho em busca da consolidação das candidaturas. Questionado sobre uma possível composição onde ele poderia ser indicado como vice, Pedro Henrique negou pretensão de aceitar tal convite. “Vice não é candidato, não existe candidatura para vice”, disse.

O outro lado

O nome apoiado pelo governo estadual pode enfrentar a atual prefeita Teresa Martins (PDT) que não se manifestou ainda sobre reeleição mas já estaria, segundo informações, buscado apoio de partidos aliados. Por outro lado o PMDB quer também lançar o atual prefeito de Ponte Alta, Cleiton Maia e no PT o ex-prefeito da cidade Paulo Mourão pode colocar o nome na disputa.