Polí­tica

Foto: Koró Rocha Matéria foi lida em Plenário pelo presidente da Casa Matéria foi lida em Plenário pelo presidente da Casa

Desde o final do ano passado, está sendo discutido na Assembleia Legislativa do Tocantins, o aumento de R$ 10 mil nas verbas de gabinete dos deputados estaduais do Tocantins. Contudo, como o reajuste é vinculado ao Congresso Nacional, a matéria depende ainda ser aprovada em Brasília, para que seja reaplicada no Tocantins.

Atualmente, a verba de gabinete da Câmara está para ser aumentada dos atuais R$ 60 mil para R$ 80 mil. Com isso, como esta verba no Tocantins equivale a 75% da esfera federal, a verba de gabinete da AL poderá aumentar de R$ 45 mil para R$ 55 mil.

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 14, a deputada Josi Nunes (PMDB), líder da oposição na Casa, explicou que, como a matéria ainda está parada no Congresso Nacional, o aumento ainda não foi aprovado para os deputados do Tocantins. “Isso ainda depende do Congresso. Como lá ainda não aumentou, aqui a matéria está travada”, explicou.

Com os valores atuais, a Casa de Leis tem um gasto mensal de mais de R$ 1,08 milhão com os gabinetes dos 24 deputados. Com a votação prevista para o mês de março no Congresso, e o iminente aumento na Assembleia do Tocantins, as verbas chegarão a mais de R$ 1,3 milhão mensal para os deputados. Anualmente, esse reajuste representará um gasto anual de R$ 15,84 milhão.