Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Marcelo Lelis (PV) reagiu à declaração do parlamentar do PPS, Sargento Aragão com relação as contas compartilhadas dos ex-governadores peemedebistas Marcelo Miranda e Carlos Gaguim. Aragão questionou o fato de Lelis, assim como maioria dos deputados governistas, não terem comparecido na sessão de hoje para discutir as contas dos ex-governadores.

“Todos os meus atos são claros, minha vida sempre foi clara. Peço ao deputado o respeito que sempre tive por ele”, salientou. Aragão chegou a se referir a ausência de Lelis como “covardia” e lembrou que o irmão do deputado, Fábio Lelis compôs o governo Gaguim em 2009 quando foi secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

“As contas do curto período que o Fábio esteve na secretaria estão abertas para serem averiguadas por ele e por qualquer cidadão”, defendeu Lelis.

O pevista negou qualquer orientação do governo oucombinação entre os deputados da base para esvaziar a sessão de hoje. Segundo o deputado, sua ausência é por motivos pessoais já que ele viaja ainda hoje para Goiânia.

Questionado sobre qual seu posicionamento sobre as contas dos ex-governadores, Lelis comentou que ainda não analisou mas assim que tiver essa oportunidade vai expor seu posicionamento.

Desde ontem os governistas não comparecem a sessão sendo assim não há quórum para votação da ordem do dia. Nesta quarta compareceram apenas os 11 deputados de oposição e a deputada estadual Luana Ribeiro. O relator da matéria é o líder do governo, Osíres Damaso (DEM).