Cultura

A Superintendência Pró Direitos e Deveres nas Relações de Consumo – Procon/To - vem prevenir quanto à problemas enfrentados pelos consumidores no período de carnaval acerca de preservativos e brinquedos, produtos cujo consumo é potencializado neste período.

Cuidados necessários para compra de preservativos

Ler atentamente as informações contidas na embalagem e as instruções de uso (principalmente a validade, origem, identificação do fabricante ou importador, se há selo do INMETRO – órgão certificador da segurança do produto), bem como verificar atentamente as condições da embalagem (rasgada, arranhada, amassada, furada).

Espumas artificiais e buzinas spray(spray coloridos de cabelo, buzinas em spray com cornetas)

Estes “brinquedos” que proporcionam diversão podem causar riscos à saúde e segurança se não utilizados de forma adequada. Por isso antes de adquiri-los verifique a procedência, data de validade e se o produto possui o selo do INMETRO, o qual atesta a sua segurança.

É preciso que o consumidor se habitue em boas práticas para o consumo sustentável, evitando o desperdício ou ouso excessivo e desnecessário de alguns produtos que agridem o meio ambiente.

SPRAY: Alguns produtos spray contem em sua composição o CFC (clorofluorcarbono) que é uma das substâncias responsáveis pela destruição da camada de ozônio. A indústria nacional não mais fabrica ou importa material com essa substancia (Resolução CONAMA 267 /200), assim é importante que o consumidor que adquirir um produto IMPORTADO (verifique se o mesmo está de acordo com a regulamentação brasileira). As espumas artificiais podem apresentar em sua composição alguns resíduos tóxicos (organoclorados, Carbamatos e Piretróides – www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/espumaartificial.asp).Encontrando algumas destas substâncias, recomenda-se não adquirir.

Na dúvida, recomenda-se que o consumidor busque o PROCON para esclarecimento quanto à procedência do produto e a idoneidade do fornecedor.

A Superintendência Pró Direitos e Deveres nas Relações de Consumo – Procon Tocantins – é ligada à Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos. (Ascom Procon)

Por: Redação

Tags: Carnaval, Conama, Procon