Educação

Foto: Divulgação

Uma das principais metas do Governo do Estado até 2014 é erradicar o analfabetismo e oferecer aos estudantes da rede pública um ensino referencial em qualidade. Para alcançar esse objetivo, entre os projetos que estão sendo implementados pela Seduc - Secretaria Estadual da Educação e Cultura na educação rural, destaca-se o Prouca – Programa Um Computador por Aluno, por meio do qual mais de 8 mil alunos de escolas estaduais rurais receberão laptops ainda neste primeiro semestre, para realizarem seus estudos.

A coordenadora de Educação no Campo da Seduc, Maria do Socorro Coelho, explica que, ao todo, devem ser distribuídos mais de 70 mil laptops em escolas rurais das redes estadual e municipal, desde que essas unidades de ensino façam a adesão ao programa. “A intenção do Governo é equiparar o ensino oferecido na zona rural ao da cidade, oferecendo aos estudantes do campo uma educação de qualidade”.

Ensino integral e mais transporte

Atualmente o Tocantins conta com 46 escolas estaduais rurais. O governo pretende, ainda, implantar a modalidade de ensino de tempo integral nas escolas da zona rural. Inicialmente, seis unidades de ensino serão adaptadas para a implantação do projeto piloto.

Na área de transporte escolar rural, o investimento previsto é de R$ 30 milhões, voltado à aquisição de mais 220 ônibus que deverão ser entregues ainda este ano. Cerca de 320 ônibus já estão circulando em todo o Estado.

Programa Saberes da Terra

O Saberes da Terra, programa nacional de inclusão de jovens do campo, retorna as atividades no Tocantins com a abertura de dez novas turmas este ano. O programa tem como objetivo ofertar escolarização em nível fundamental, na modalidade Eja - Educação de Jovens e Adultos, integrada à qualificação profissional, além de promover a reintegração do jovem agricultor familiar, com idade entre 18 e 29 anos, residente no campo e que não tenha concluído o ensino fundamental. A previsão é que as aulas iniciem ainda este mês.

Com abertura destas novas turmas, serão beneficiados mais de 350 estudantes. Como incentivo, os estudantes recebem, a cada dois meses, uma bolsa auxílio no valor de R$ 100,00. A coordenadora do programa no Tocantins, Maria do Socorro Coelho, explica que inicialmente o programa será retomado em escolas dos municípios de Tocantinópolis, Porto Nacional e Colinas Tocantins. (Secom)