Economia

Foto: Emerson Elias

O presidente do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Tocantins – Fieto, Roberto Pires, recebeu na tarde desta quinta, 01º de março, na sede da Federação, empresários da Bramax, importadora paranaense do grupo chinês Foton, para a avaliação do Estado como possível sede na instalação de duas fábricas do segmento automotivo.

No encontro, articulado pela Fieto, os empresários Nelson Diel Anacleto (diretor comercial) e Dalton Durski (CEO) discutiram os incentivos fiscais oferecidos pelo Estado com o assessor especial da Secretaria Estadual de Indústria e Comércio – SIC/TO, Iapurê Olsen. Dois empreendimentos estão em avaliação, com possibilidade de instalação no Tocantins: uma fábrica de tratores e máquinas e outra de caminhões 3x4 (de pequeno porte, destinados à área urbana).

A Bramax é a importadora máster do Grupo Foton, 56ª empresa na China fabricante desde motocicletas até máquina pesada, conforme informações de Durski. “O que nós vamos trazer agora são mais duas plantas da mesma empresa, aonde a Bramax é sócia de 50%”, completa.

Ainda segundo Durski, os dois empreendimentos vão gerar cerca de 400 empregos diretos e um investimento de cerca de R$ 100 milhões. Esclarecendo ainda estarem em uma fase de pesquisas, Durski apontou os atrativos encontrados no Estado. “Estamos nas premissas da decisão, mas o que nos atraiu foi, primeiro, a ferrovia [Norte Sul] e, segundo, os incentivos fiscais do Estado, o que levantou a hipótese de se instalar aqui”, destacou.

“O Estado possui muitos atrativos que procuramos enquanto representantes da indústria do Tocantins, incentivar, desenvolver e divulgar. O resultado deste trabalho é visto quando percebemos o interesse de grandes grupos como este que, mesmo nessa fase de pesquisa, já mostra acreditar no potencial do Tocantins ao ver no Estado uma alternativa viável para seus investimentos”, avaliou Roberto Pires.

Para formular soluções mais atrativas que as encontradas nos demais estados visitados pelos empresários, será feito um trabalho de aprimoramento das propostas entre Fieto, SIC/TO e Secretaria da Fazenda e apresentado ao grupo chinês, como informou o chefe de gabinete da presidência do Sistema Fieto, José Fernandes. (Ascom Fieto)