Bastidores

Foto: Divulgação

Em Porto nacional, cidade a 60 km de Palmas, começa a despontar a possibilidade da disputa eleitoral deste ano ter apenas duas candidaturas mesmo com três grupos politicos distintos no município até o momento. O prefeito de Ponte Alta do Tocantins, Cleyton Maia (PMDB), como adiantou o Conexão Tocantins, deixa a prefeitura esta semana para se dedicar exclusivamente á sua campanha na cidade que já tem como pré-candidatos três nomes do grupo do governo: o deputado estadual Toinho Andrade (PSD), o ex-deputado federal Otoniel Andrade (PSDB) e o irmão do senador Vicentinho Alves (PR), Pedro Henrique.

Além de Maia e do nome que deve ser lançado pelo Palácio Araguaia, a atual prefeita Teresa Martins (PDT) que tem mantido silêncio com relação á disputa também pretende buscar reeleição, como confirmam aliados. No entanto é notável a aproximação de Martins com o atual governo estadual.

A aproximação ficou visível através da visita do governador durante solenidade comemorativa do Aeroclube de Porto Nacional e depois com o episódio de impedimento de algumas inaugurações na cidade que teria resultado inclusive numa ligação do governador Siqueira Campos para a prefeita pedindo desculpas pela ação que teria sido provocada pelo PSDB da cidade.

Do grupo de Siqueira, Otoniel continua trabalhando pelo entendimento entre os nomes da base mas revelou ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 2, que não tem nada contra a gestão de Teresa. “Eu não tenho objeção ao trabalho que ela realiza, não tenho nada contra”, frisou.

Questionado sobre uma possível aproximação da gestora com o governo estadual Otoniel não quis confirmar mas salientou que se isso estiver ocorrendo ele não tem nada contra o apoio da prefeita ao grupo governista.

O PDT estadual através do deputado federal Angelo Agnolin já frisou que não abre mão da candidatura de Teresa à reeleição devido ao trabalho que a pedetista vem realizando na cidade.