Economia

Foto: Divulgação

Os incentivos criados pelo Governo do Estado na intenção de atrair grandes empreendimentos para o Tocantins têm gerado frutos positivos. O exemplo pode ser visto com o anúncio de implantação da Braxcel Celulose na cidade de Peixe, região Sul do Estado.

A empresa, que já atua no Tocantins e em São Paulo, irá instalar a sua primeira unidade industrial no Estado. O investimento, segundo os empreendedores, será de cerca de R$ 4 bilhões. A unidade de Peixe será uma das maiores do país no segmento.

Para o secretário de Indústria e Comércio, Paulo Massuia, a instalação dessa indústria, que é considerada de ponta, mostra que o Governo tem acertado na estratégia que utiliza visando a atração de empresas. “É uma empresa que possui importância nacional, já que o Brasil é um dos países que mais exporta Celulose no planeta”, explicou ele.

Segundo Massuia, a empresa começou o plantio de eucalipto em 2007 e a intenção é que em 2018, esteja com uma área de 180 mil hectares plantada. “A indústria entrará em funcionamento em 2015 e terá a capacidade de processar 25 mil hectares de madeira por ano”, disse o secretário.

O secretário também explicou que a empresa irá contribuir com o desenvolvimento de toda a região Sul do Tocantins. “A intenção é gerar 600 empregos diretos, mas além dessa geração de empregos na indústria, acreditamos que a economia da região será aquecida”, completou.

O local onde será construída a fábrica de celulose está a cerca de 45 quilômetros da Ferrovia Norte Sul. A ideia, segundo os empreendedores, é que haja a construção de um ramal férreo entre a unidade e a ferrovia.

Segundo levantamento da Seagro - Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, atualmente, o Tocantins conta com 83 mil hectares de florestas plantadas em 230 fazendas, sendo 90% dessa área composta por eucalipto. A previsão é de que até 2016 o Tocantins aumente sua área de floretas para 785 mil hectares. (Secom)