Cursos & Concursos

Foto: Divulgação Secretário de Administração, Lúcio Mascarenhas Secretário de Administração, Lúcio Mascarenhas

A licitação para definir a empresa que fará as provas do novo certame do Quadro Geral teve como vencedora a empresa Assessoria em Organização de Concursos Públicos Ltda (AOCP), de Maringá (PR). Os envelopes foram abertos na manhã desta quinta-feira, 19.

A AOCP apresentou proposta financeira de R$ 2.475.000,00 para realizar o certame que já tem 60 mil inscritos remanescentes do certame cancelado no ano passado. A empresa atingiu nota 100.

Participaram da seleção também as empresas Consultoria e Planejamento em Empresas Públicas (Consulplan), Faculdades Integradas Brasil Amazônia (Fibra), de Belém (PA) e ainda as empresas Imagem e Dados Ltda, e o Instituto Ludus Ltda. A empresa ficará responsável pela logística das provas junto com a comissão organizadora do concurso que já foi nomeada pelo governo. A Secretaria da Administração e a Unitins acompanharão todo o processo.

As demais empresas ainda terão cinco dias para entrarem com recurso contra o resultado da licitação.

Após a licitação o governo junto com a empresa vencedora vai correr atrás do prejuízo no prazo do cronograma do certame que está atrasado há mais de 40 dias. O edital com o quantitativo de vagas e a abertura das inscrições devem ser os próximos passos.

O secretário da Administração Lúcio Mascarenhas disse recentemente que o certame será realizado ainda neste semestre e que não há impedimentos para fazer o certame em razão deste ano ter eleições municipais.

Segundo informou a Secad, nos próximos dias serão cumpridos despachos para a assinatura do contrato com a empresa. O edital poderá ser publicado até o final da próxima semana.