Estado

O pré-candidato à prefeitura de Porto Nacional, pelo PSDB, ex-prefeito Otoniel Andrade, rebate os argumentos do ex-prefeito Paulo Mourão que tenta envolver o governador Siqueira Campos na polêmica do Luzimangues. Otoniel denuncia que Mourão está sendo acusado pela Controlaria Geral da União (CGU) de desviar mais de R$ 4 milhões em recursos destinados à implantação da rede de esgoto em Luzimangues. “Paulo Mourão tenta desviar a atenção dos moradores de Luzimangues e Porto Nacional para a omissão dele e da atual prefeita com o distrito”, pontua Otoniel.

Com relação à denúncia de desvio de verbas, Otoniel Andrade apresenta a nota técnica nº 3123, de 02 de dezembro de 2011, onde a CGU aponta, de forma categórica e com fotos, o abandono de uma obra de esgotamento sanitário em Luzimangues, orçada em R$ 4,5 milhões, contratada, iniciada e abandonada na gestão do ex-prefeito Paulo Mourão (PT). Nas recomendações da nota técnica, a CGU fala em “adotar medidas administrativas para o ressarcimento dos recursos transferidos e, caso não se obtenha êxito, instaurar os processo de tomadas de contas especiais (investigação).

Analisando a proporção que o debate ganhou, Otoniel Andrade lembra que este debate nem existiria, se os ex-prefeitos Paulo Mourão e Maria Tereza (PDT) tivessem cumprido com suas obrigações. “Eu entendo a insatisfação do povo do Luzimangues que ficou esquecido, mas temos que lembrar que a Prefeitura e os empreendedores lucraram com a ocupação do local e não cumpriram com suas obrigações”, ressalta Otoniel.

Siqueira

Ao comentar a declaração de Paulo Mourão de que Siqueira quer tirar Luzimangues de Porto Nacional, Otoniel foi enfático: “Siqueira é o governador que mais fez por Porto Nacional, a começar pela escolha do local da capital que beneficiou muito Porto Nacional. As grandes obras de Porto foi Siqueira que fez, quando eu ainda era prefeito, como rede de esgoto, rede de água, anel viário, Avenida Beira Rio, escolas e hospital. Querer jogar o Siqueira contra Porto Nacional é uma coisa de quem quer desviar a atenção para os processos que responde”, acusa Otoniel.

Ainda na defesa de Siqueira, Otoniel diz que, agora, Luzimangues está deslanchando porque o Governador está tomando todas as providências para alavancar o desenvolvimento do distrito industrial da localidade. “Agora é que o povo está vendo as coisas acontecerem”, frisa.

Com relação à emancipação de Luzimangues, Otoniel disse que o povo de Porto não se recusa a discutir isso no futuro, quando tudo estiver consolidado e lembra que qualquer plebiscito para decidir o futuro de Luzimangues, a legislação manda que a população da sede também seja consultada. “Portanto, é prematuro esse debate de emancipação ou anexação, porque há impedimentos jurídicos. Mas é oportuno o debate sobre o desenvolvimento de Luzimangues que precisa de uma sub-prefeitura e precisa que todo o dinheiro arrecadado ali seja investido no local, o que não acontece hoje”, finaliza. (Ascom Otoniel Andrade)