Campo

Foto: Divulgação

Foi lançada neste sábado, 5, oficialmente a I Etapa da Campanha de vacinação antiaftosa no Tocantins. O evento, que vem em ritmo de comemoração com o slogan “15 anos sem aftosa, manda mais uma dose para comemorar,” foi realizado no Parque de Exposições Agropecuárias de Araguaçu, a 454 km da Capital e contou com a participação de produtores rurais, políticos e entidades ligadas ao setor.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Araguaçu, Carlos Ribeiro Soares, o município escolhido como anfitrião do evento possui cerca 316 mil cabeças de gado, numa região com mais de 400 mil cabeças de gado.

Hoje o Tocantins exporta carne para Rússia, Chile, países asiáticos e a meta é aderir ao mercado europeu. “Estamos tomando as devidas providências para atender a este exigente mercado”, afirma Geraldino Ferreira Paz, presidente da Adapec, reforçando a importância da preservação sanitária de uma década e meia sem o foco da enfermidade e o apoio dado pelo Governo do Estado, que tem o 2º melhor índice vacinal do país.

“O Estado tem crescido cada vez mais no setor do agronegócio, e Araguaçu representa bem este crescimento, pois investe em desenvolvimento tecnológico aperfeiçoando técnicas de produção, melhorando o produto tocantinense para possa competir por igual no mercado internacional, fazendo dessa região uma das mais importantes para a economia do Tocantins”, ressalta Jaime Café, secretário da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário do Tocantins.

Para o superintendente Federal da Agricultura no Tocantins, Jalbas Manduca, “o trabalho feito em parceria funciona muito melhor”, referindo-se ao trabalho desenvolvido entre o Ministério da Agricultura, Adapec e Seagro. “Há 10 anos atrás praticamente o Tocantins não exportava carne, apenas miúdos, e um dos fatores primordiais para alcançarmos os índices de exportação que temos hoje é a campanha de vacinação contra a febre aftosa”, lembra Manduca, reforçando sua importância econômica e social.

Ainda de acordo com a superintendência federal da agricultura no Estado, no primeiro trimestre desse ano, o Tocantins exportou 50% a mais que o mesmo período em 2011.

Há 10 anos atrás eram exportados cerca de 800 milhões de dólares em produtos cárneos brasileiro para o mercado internacional. Atualmente o país atinge os 5,3 bilhões de dólares em produtos cárneos exportados, sendo o 3º maior complexo exportador na economia nacional.

“O mercado externo está cada vez mais exigente, e é justamente por isso que temos que investir na sanidade do nosso rebanho e no produtor tocantinense. 15 anos sem febre aftosa é a confirmação do potencial do agronegócio do Estado, pois vem gerando índices em ICMS cada vez maiores para o Tocantins”, diz o vice-governador do Estado do Tocantins, João Oliveira.

Participaram também do evento a prefeita de Araguaçu, Waltyr Rocha Santos Santana, o deputado estadual Toinho Andrade, o superintendendo geral do sistema Faet/Senar, Pablo Antônio Tatim.

A primeira etapa, que iniciou no dia 1 de maio, segue até o próximo dia 31 de maio, imunizando cerca de oito milhões de bovinos e bubalinos. (Ascom Adapec)