Estado

A Agência Nacional de Aviação Civil - Anac divulgará nesta quinta-feira, 10, no diário oficial, a decisão quanto à liberação do Aeroporto de Araguaína, que está fechado deste outubro do ano passado para reformas em sua pista de pousos e decolagens. As informações são do deputado federal César Halum (PSD-TO).

De acordo com César Halum, a decisão da Anac está baseada nos laudos e visitas técnicas ao aeroporto no mês de abril, mas que algumas condições foram impostas pelo órgão regulador. “O aeroporto foi liberado para pousos e decolagens de aeronaves de grande porte, mas a construtora responsável pela obra tem ate 150 dias para inserir uma capa asfáltica de 6 mm. Enquanto isso, as operações aeroportuárias ficarão suspensas em dias de tempestades, o que já acontecia”, declarou Halum, lembrando que tais reparos na pista, deverão ser feitos sem nenhum custo adicional para o Estado e Município.

O deputado asseverou ao dizer que a Anac poderia ter concedido esta autorização no mês passado. “O que reclamei com a Anac é que poderia a agência poderia ter tido essa decisão há 45 dias atrás e assim Araguaína não pagaria um preço tão alto”, disse Halum.

Próximo passo

César Halum afirmou que a próxima etapa para melhorar ainda mais as condições aeroportuárias de Araguaína, será intermediar junto a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República para que inicie voos noturnos, a instalação de uma torre de controle e que as empresas aéreas TAM e GOL comecem a atuar em Araguaína. (Com informações da Ascom Cesar Halum)

Por: Redação

Tags: Aeroporto de Araguaina, Anac, César Halum