Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, deputado Raimundo Moreira (PSDB), e os parlamentares Raimundo Palito (PP), Amália Santana (PT), José Roberto Forzani (PT) e Manoel Queiroz (PPS) receberam na manhã desta quarta-feira, dia 16, na sala de reuniões da presidência, o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), Francisco Nairton do Nascimento, bem como pró-reitores e diretores do instituto. Eles vieram buscar apoio para os projetos de implantação dos Campi de Dianópolis e Colinas do Tocantins, ampliação de cursos e expansão do Campus de Araguaina.

Ao fazer uma breve apresentação sobre o funcionamento do IFTO, Francisco do Nascimento destacou que o órgão atualmente conta com seis campi no Tocantins e outros dois em fase de implantação, além do serviço de educação a distância, que oferece educação em seis polos. Ao todo são sessenta cursos nos níveis fundamental, médio e superior que atendem a mais de sete mil alunos.

Durante o encontro, o reitor falou sobre a necessidade de firmar parcerias com o Governo do Estado para que os municípios sejam melhor atendidos e disse que vai encaminhar um ofício para o governador Siqueira Campos (PSDB) com solicitações da instituição. O deputado Raimundo Moreira, por sua vez, enfatizou a importância da aproximação do instituto com o governo e colocou o Parlamento à disposição para mediar os debates e sensibilizar o Governo com relação ao acolhimento das demandas.

No final do encontro, Raimundo Moreira comentou que vai elaborar um documento que sugere o retorno da equipe do IFTO ao Parlamento para apresentar no Plenário projetos, estrutura e pendências do instituto para que os deputados tenham conhecimento do assunto e possam discutir o tema. Já os deputados Raimundo Palito e José Roberto disseram que pretendem apresentar requerimento ela realização de uma audiência pública para que o tema seja debatido na Casa de Leis. (Dicom AL)