Estado

Foto: Divulgação

Ações para o desenvolvimento rural no Tocantins terão, a partir de agora, tecnologia e experiências de estatal espanhola. Um acordo foi firmado na manhã desta terça-feira, 22, em Madri, entre o governador Siqueira Campos e o presidente da Empresa de Transformação Agrária (Tragsa), Miguel Giménez de Córdoba Fernandes-Pintado.

Entre outras iniciativas o acordo prevê elaboração e execução de projetos de desenvolvimento rural, melhorar a utilização dos recursos naturais, prevenção a incêndios florestais, utilização de novas tecnologias, sistemas e equipamentos no campo. “Ao assinarmos esse protocolo destinamos tecnologia para atividades de produção do nosso Estado. Ganhamos muito com esse acordo de colaboração, pois a empresa é referência em ações o meio rural. Aliado ao trabalho que já fazemos, nossos projetos terão, a partir de agora, um salto de qualidade tecnológica. É uma conquista formidável para o nosso Tocantins”, afirmou o governador Siqueira Campos, que ressaltou ainda que o acordo resultará na diminuição das desigualdades do Estado.

Nesta manhã a comitiva tocantinense pôde conhecer um pouco mais o trabalho da Tragsa, de como diversifica atividades, atua com o que é mais recente em termos de tecnologia para irrigação, por exemplo, e modelos de gestão de projetos e comunidades agrícolas. Ainda durante a cerimônia para a assinatura do acordo, o presidente da Tragsa reforçou que a empresa pretende montar uma representação no Estado e garantiu que um dos focos é capacitar os trabalhadores tocantinenses e apresentar aos produtores os sistemas de irrigação mais modernos do mundo. “Contratação e formação do pessoal local é uma necessidade para levarmos não só tecnologia, mas prepararmos os profissionais que vão ajudar os produtores a trabalhar melhor”, disse Miguel Fernandes-Pintado, que informou ainda a intenção de firmar parcerias com empresas tocantinenses.

Para o secretário-executivo da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Ruiter Pádua, o acordo tende a propiciar melhorias aos irrigantes e meio rural do Estado. Já o secretário da Indústria e Comércio do Tocantins, Paulo Massuia, classificou o convênio como marco em termos tecnológicos e de gestão. “O modelo de gestão é exemplar. Era o que precisávamos para fortalecer os projetos e as iniciativas no campo”, disse.

O secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Divaldo Rezende, fez questão de ressaltar a importância da busca por inovação tecnológica no campo. “Esse acordo significa mudança e inovação no campo no Brasil, começando pelo Tocantins”, pontuou. Outro secretário presente na cerimônia foi Alexandre Ubaldo (Infra-estrutura), que mostrou interesse em conversar com dirigentes da empresa sobre sua área de atuação.

A empresa

Com mais de 30 anos de experiência, a Tragsa é uma empresa de capital totalmente público, ligada ao Ministério da Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente da Espanha. Com foco na proteção ambiental, a empresa atua nas áreas agrícola (com destaque para irrigação, reflorestamento e silvicultura), do meio ambiente, infraestrutura, edificação e serviços. O grupo conta com 14,5 mil trabalhadores e com 66% dos volumes de negócios no país. Executa obras por meio de acordos por parte da administração pública a comunidades autônomas e municípios. É responsável em suportes de engenharia e técnica de desenvolvimento rural e atividades ambientais, agrícolas e florestais, além de gestão de recursos da pesca e aquicultura. (Secom)