Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal Angelo Agnolin (PDT) esteve na manhã desta terça-feira, 29, em audiência com o vice-presidente e diretor de relações institucionais da OI, Marcos Mesquita, para buscar informações sobre o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) - programa do Governo Federal que prevê acesso à internet a R$ 35,00. Agnolin aproveitou para cobrar investimentos que garantam qualidade de acesso e preço justo à população.

Agnolin reconheceu os investimentos realizados até o momento em relação ao programa, mas solicitou à empresa que acelere o atendimento para todas as regiões do Tocantins. O parlamentar requereu um levantamento sobre os municípios que já estão sendo atendidos, bem como a perspectiva para atender a todo o Estado. “Temos que cobrar, pois há informação de que o serviço está disponível em algumas localidades, porém a população não consegue acessar. O Estado necessita com urgência de uma internet que facilite o desenvolvimento de negócios e a difusão do conhecimento,” disse.

Até a oferta do serviço de banda larga convencional no Estado tem gerado reclamações, afirmou o parlamentar. Para ele, o Tocantins merece especial atenção, haja vista que figura entre os Estados que possui menos municípios com acesso à Banda Larga. “É preciso mudar essa realidade,” sustentou.

Marcos Mesquita observou que a empresa tem se empenhado em expandir a oferta de serviços de banda larga e garantiu que irá inspecionar as transmissões e a qualidade da conexão no Estado para construir o levantamento solicitado pelo parlamentar.

Conforme a OI, os interessados em adquirir a linha através do PNBL podem verificar disponibilidade do serviço através do telefone 0800- 2853131, além de registrar dúvidas e reclamações.

Municípios

Agnolin relacionou os municípios que, no Plano, constam em fase de execução e cobrou efetivo cumprimento do acordo firmado com o Governo. Os municípios de Novo Alegre, Nazaré, Couto Magalhães, São Salvador do Tocantins, Cachoeirinha, Tupirama, Chapada da Natividade, Luzinópolis, Darcinópolis, Fortaleza do Tabocão, Aguiarnópolis, Wanderlêndia, Natividade, Palmeirópolis, Aliança do Tocantins, Cristalândia, Crixás do Tocantins, Fátima, Guaraí, Nova Olinda, Palmeiras do Tocantins, Lajeado, Presidente Kennedy, Pugmil, Rio dos Bois, São Valério da Natividade, Talismã, Alvorada, Cariri do Tocantins, Figueirópolis, Jaú do Tocantins, Peixe, Nova Rosalândia, Santa Rosa do Tocantins, Riachinho e Angico estão entre as prioridades do programa.

PNBL

O Plano Nacional de Banda Larga é uma iniciativa do Governo Federal que deverá levar, até 2014, Internet a 28 milhões de residências, aumentando de 12 para 40 milhões o número de domicílios atendidos pelo serviço. O objetivo da expansão da rede está associada à democratização e a integração de grande parte da população brasileira, com impacto direto na educação e entretenimento. (Assessoria de Imprensa)