Polí­cia

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), cumpriu por volta das 18h da última segunda-feira, 28, mandado de prisão preventiva em desfavor de José do Bonfim de Souza Santos, vulgo “Zé da Boda”. O detido é acusado por crime de homicídio praticado contra Lincon Alves da Silva e tentativa de homicídio em desfavor de Leonardo Carvalho de Araújo tendo ambos os crimes ocorridos na cidade de Monte do Carmo no ano de 2009.

Segundo informações da delegada Ludmila Barreto, responsável pelo caso, Zé da Boda foi detido pela polícia militar mediante denuncia, sendo então apresentado a DPCA por ter praticado ato infracional contra uma vítima no Setor Lago Sul, em Palmas. No entanto, ao ser abordado pela polícia, o acusado demonstrou nervosismo excessivo ao saber que o seu nome seria consultado no cadastro nacional de pessoas procuradas pela justiça no intuito de se averiguar se constava algum mandado de prisão em aberto em seu desfavor.

Como a tentativa de consulta efetuada pela PM via Copom, não foi possível devido a falhas no sistema, os policiais conduziram Zé da Boda e a possível vítima à Delegacia de Policia Civil, onde após interrogatório, foi constatado que o detido era da cidade de Monte do Carmo e se chamava José Do Bonfim de Souza Santos. Na presença da delegada, a suposta vítima do ato infracional cometido pelo detido achou por bem não representar contra o mesmo, sendo liberada imediatamente.

Diante do fato, os policiais civis através de ligações telefônicas foram informados de que Zé da Boda é autor de um homicídio praticado contra Lincon Alves da Silva e de uma tentativa de homicídio praticada contra Leonardo Carvalho de Araújo no ano de 2009 em Monte do Carmo. Ainda, segundo a polícia civil os crimes foram cometidos com uma faca após uma briga entre o autor, as vítimas e demais pessoas na Praça Alexandrino Pinto no centro daquela cidade.

José do Bonfim foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), de onde posteriormente será recambiado a Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional onde deverá responder pelos crimes que cometeu. (Ascom SSP)