Estado

Quem se torna Empreendedor Individual (EI) ganha bem mais do que acesso à formalidade. Além de ter a sua atividade legalizada, e ter acesso a todos os benefícios decorrentes, quem opta por essa modalidade, também tem a possibilidade de melhorar seu empreendimento a partir de cursos e programas do Sebrae/TO.

A Agenda 2012 de cursos voltados ao EI já foi divulgada e traz programação especial. Neles, os participantes receberão orientações dos consultores do Sebrae/TO para aperfeiçoarem técnicas e procedimentos em seu negócio. Durante os meses de junho, julho e agosto, acontecerá o curso “Atendimento ao Cliente – Obtendo resultados por meio da satisfação do Cliente”.

De 25 a 28 de setembro e de 27 a 30 de novembro, acontecerá o curso “Técnicas de Vendas – A venda com o foco no cliente”. Completando o quadro de atividades, o curso “Aprender a Empreender – Como garantir o sucesso de sua empresa” acontecerá em outubro, de 16 a 19, e também em dezembro, entre os dias 04 e 07.

Os cursos possuem o valor de R,00 (dez reais) e acontecem durante o período da noite, das 19h às 23h. Os empreendedores individuais que participarem da capacitação ganharão, gratuitamente, inscrição em oficinas de quatro horas de duração com as temáticas: “Sei Planejar”, “Sei Vender” e “Sei Controlar o meu dinheiro”.

Buscando regularizar e aproveitar essas vantagens, o casal Edgar Souza Barbosa e Jorgelena Ferreira, realizou sua inscrição como Empreendedor Individual. Eles possuem um restaurante e decidiram sair da informalidade em função de um aumento na demanda. Ao receberem um pedido de fornecimento, se depararam com a necessidade de emitir nota fiscal.

“Nossa necessidade agora é regularizar a situação e ter uma inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), para atender a esse cliente, e também garantir alguns direitos para nós e nossa empresa”, expõe Barbosa.

Os empresários já aproveitaram a ocasião da formalização, e se inscreverem no curso de Atendimento ao Cliente. Segundo a analista do Sebrae/TO, Adelice Novak, que atendeu o casal, a ação é fruto da conscientização de que a regularização é só o primeiro passo. “É importante que o Empreendedor Individual busque a melhoria de seu negócio através da capacitação contínua” frisa Novak. (Ascom Sebrae)

Por: Redação

Tags: Adelice Novak, Empreendedorismo, Sebrae