Estado

Foto: Divulgação

O Governo do Estado lança nesta quarta-feira, 13, às 16h, em Paraíso do Tocantins, um pacote de obras de reestruturação dos nove distritos industriais do Tocantins. O lançamento será feito pelo Governador Siqueira, quando autorizará a execução das obras de asfaltamento, eletrificação e iluminação do distrito Álvaro Milhomem. Para as obras em Aguiarnópolis, Colméia, Colinas do Tocantins, Paraíso do Tocantins e Gurupi, o Governo vai investir mais de R$ 12 milhões.

As obras fazem parte de um planejamento do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Indústria e Comércio, através do Conselho de Desenvolvimento Econômico, e buscam agregar valores aos produtos. “Neste planejamento detectamos que os nossos distritos empresariais e industriais e algumas grandes empresas já instaladas precisavam de algumas obras que poderiam ser tocadas com os recursos do FDE - Fundo de Desenvolvimento Econômico que existe justamente para isso, financiar ações que visam buscar investidores e dotar o Estado de espaços estrategicamente com infraestrutura capaz de dar suporte às empresas que aqui estão e precisam ampliar suas atividades ou àquelas que querem vir para o Tocantins”, informou o secretário da Indústria e Comércio, Paulo Massuia.

Em Paraíso, as obras atenderão 32 empresas que geram 500 empregos diretos e que estão em locais que ainda não possuem asfalto, complementação de iluminação pública e complementação de eletrificação em alguns pontos. A partir da obra, torna-se possível a ampliação das empresas que lá estão e a instalação de novas empresas que, por questões sanitárias, dependem destas obras e ainda não estão no local.

Em Colinas, o Governo investe em obra de infraestrutura completa, incluindo água, esgoto, meio-fio, iluminação, eletrificação e asfaltamento e em Aguiarnópolis o Governador já autorizou o processo licitatório com recursos do FDE para o asfaltamento de 2,7 quilômetros que dão acesso à empresa Asa Norte, que gera mais de 500 empregos, atendendo uma demanda antiga.

O Estado possui atualmente nove distritos industriais, sendo: um em Araguaina, um em Colinas, dois em Paraíso do Tocantins, um em Porto Nacional, três em Palmas e um Gurupi, este último, segundo o secretário, também precisa de obras de asfaltamento, eletrificação e iluminação. “Outra obra que estamos fazendo é o asfaltamento de 1.090 metros do acesso à Tripanorte, uma empresa localizada em Colméia que emprega mais de 360 pessoas. Todos estes esforços do Governo são para que o Estado deixe de exportar apenas commodities e passe a agregar valor aos seus produtos”, enfatizou Massuia.

Além de agregar valores, o Governo, segundo Paulo Massuia, busca mudar o foco das exportações até agora feitas basicamente com carne bovina, soja e minérios. “Queremos começar outras vertentes industriais na área de tecnologia e biotecnologia. Esta semana atendemos uma empresa do Rio Grande do Sul que trabalha com biotecnologia no agronegócio e viu que a nossa logística facilita sua prosperidade e que os estados que mais investem em agronegócio estão próximos ao Tocantins”, afirmou.

“Além destes investimentos, planejamos realizar obras em Araguaina e estamos com um processo de licenciamento ambiental, busca de micro parcelamento, elaboração do memorial descritivo de cada lote e orçamento de obras para que até o final do ano possamos lançar um novo distrito industrial em Palmas. O distrito terá todas as obras de infraestrutura e aproximadamente 280 lotes”, adiantou o secretário, acrescentando que ainda não há um orçamento para a obra, porque isso depende do memorial descritivo que ainda está em fase de elaboração e que o Estado está trabalhando em uma nova Lei que permita ao Tocantins alienar os imóveis para os empresários que desejam se instalar no local. (Secom)