Polí­tica

Foto: Divulgação


A presidente estadual do PTN, Cinthia Ribeiro disse esperar que os dirigentes municipais do Partido Trabalhista Nacional no Tocantins mantenham a autonomia em promover composições e acordos com vista as eleições deste ano, mas invocou para sí “a responsabilidade de referendar qualquer acordo antes da sua divulgação”. A iniciativa da dirigente partiu do anúncio antecipado em Gurupi de que o partido pretende apoiar a pré-candidatura do deputado federal Laurez Moreira.


Segundo Cinthia Ribeiro, somente a Direção Estadual tem a completa visão do cenário político do Estado e apenas o presidente estadual pode dar a última palavra sobre composições, cooligações, parcerias e apoios a candidaturas em nome do Partido. Segundo Cinthia, nenhum acordo terá validade caso não seja referendado pela Direção Estadual.

Para a dirigente, “a questão regional precisa ser analisada antes de uma definição local”. Ao tratarmos de cada município isoladamente, com base apenas na realidade da cidade, o Partido não se fortalece e ao final, não pode ajudar os seus candidatos, explicou Cinthia.

Gurupi

Cinthia Ribeiro ressaltou que o acordo em Gurupi, assim como em qualquer município do Estado, não será validado enquanto não houver a palavra final da Direção Estadual do partido. (Ascom PTN)

Por: Redação

Tags: Cínthia Ribeiro, Eleições 2012, Gurupi, PTN