Campo

Foto: Divulgação

Os agricultores familiares são responsáveis pela produção de boa parte dos alimentos que chegam à mesa dos tocantinenses, a exemplo das hortaliças, mandioca, milho, arroz, feijão e pequenos animais. Segundo dados do último censo do IBGE, no Tocantins existem mais de 43 mil propriedades da agricultura familiar, que para aumentar a produtividade e conquistar novos mercados precisam aliar alternativas de produção a novas tecnologias. E, para contribuir com o crescimento desses agricultores familiares e difundir novas práticas, o Governo do Estado, por meio do Ruraltins - Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins, pretende implantar no Centro Agrotecnológico de Palmas um espaço permanente de difusão de conhecimento e tecnologias.

Segundo o coordenador de meio ambiente do Ruraltins, Aníbal Pereira Roque, o primeiro passo para isso foi dado durante a Agrotins 2012. Acompanhando o tema da Feira – Irrigação, no Portal da Agricultura Familiar, foi montado um projeto de irrigação que contemplou o plantio de187 mudas de banana, de nove variedades, consorciado com mandioca e açaí, 60 pés de maracujá, 160 mudas de pimenta de espécies variadas, além de milho e melancia, adotando o sistema de irrigação por micro aspersão e gotejamento, que pode ser implantado em pequenas áreas dentro das propriedades rurais, permitindo o plantio o ano inteiro.

“Aproveitando todo investimento feito para a Agrotins, a unidade demonstrativa foi mantida funcionando, como uma espécie de laboratório onde agricultores, estudantes, técnicos e instituições interessadas podem receber informações e capacitações. A idéia é transformar o lugar num Centro de Difusão de Tecnologia da Agricultura Familiar”, destacou Roque.

No espaço também está sendo mantida uma horta plastificada com alface, rúcula, couve e cheiro verde. O coordenador explicou ainda que no local irá funcionar um escritório do Ruraltins para atender o público e instituições interessadas em manter parcerias com o órgão.

Produção de Alimentos

O conjunto de irrigação montado no Centro Agrotecnológico de Palmas já rende bons frutos. A plantação de maracujá produz semanalmente cerca de 500 frutos. Os alimentos colhidos são doados a instituições filantrópicas e programas sociais. Nesta terça-feira, 19, o Ruraltins doou ao Programa Mesa Brasil, do Sesc, quatro caixas de maracujá que irão beneficiar inúmeras pessoas assistidas pelas instituições cadastradas no Programa. (Ascom Ruraltins)