Polí­tica

Foto: Koró Rocha Sandoval é um dos candidatos à presidência da AL Sandoval é um dos candidatos à presidência da AL

Após quase quatro meses de afastamento da Assembleia Legislativa para assumir a Secretaria Estadual das Cidades, o deputado Sandoval Cardoso (PSD) retornou para a Casa de Leis nesta terça-feira, 26. O comunicado foi feito, segundo o deputado, ainda na tarde de ontem e a saída da pasta deve ser oficializada já nesta manhã. A expectativa é que o expediente do retorno de Sandoval no lugar do suplente Jorge Frederico (PSD) seja lido ainda na sessão desta manhã.

O suplente Jorge Frederico havia assumido a vaga em 7 de março deste ano, quando Sandoval se licenciou para ocupar a cadeira de secretário. Para assumir a vaga no parlamento estadual, Jorge Frederico renunciou ao mandato de vereador da Câmara Municipal de Araguaína.

De acordo com o deputado, que é um dos pré-candidatos à presidência da AL, sua volta ao Legislativo é um indicativo sólido de que ele irá participar ativamente do processo eleitoral para a Mesa Diretora da Casa de Leis. A meta, segundo ele, é conseguir consenso entre as bancadas de governo e oposição. “Se conseguirmos um consenso, fortalece o colegiado. Nos fortalece bastante e vamos discutir até o último momento este consenso”, disse.

O deputado, contudo, mesmo sem confirmar ser o nome indicado pelo governador Siqueira Campos (PSDB) para ser o candidato governista à presidência da AL, comentou sobre sua boa entrada em ambas as bancadas. “Neste ponto da discussão da Mesa Diretora tivemos vantagem nesta parceria com os colegas e com o próprio governador. Com uma boa interlocução com o governo mesmo naquele período em que eu era oposição”, lembrou. O período a que Sandoval se refere foi o início da Legislatura, quando compôs o grupo conhecido como os 12 da oposição.

Este posicionamento, aliás tem sido, conforme informações apuradas pelo Conexão Tocantins, ponto de desgaste dentro da bancada de governo na Assembleia Legislativa. De acordo com informações de bastidores, parlamentares governistas estariam, inclusive, preparando uma carta-protesto pela possível indicação de Sandoval para concorrer pela base aliada à presidência.

O deputado, contudo, rechaçou a possibilidade até por entender que não foi o escolhido de Siqueira para a função. “Não houve esta indicação. Até por que o governador tem sido muito transparente neste processo”, completou.

Para assumir a pasta das Cidades, o deputado frisou que não faz nenhum tipo de indicação ou sugestão ao governo. Sandoval destacou que a decisão vai ser inteiramente de Siqueira Campos.

Candidatos

A eleição da Mesa Diretora está prevista para ser realizada no próximo dia cinco de julho e já conta com cinco pré-candidatos. Além de Sandoval Cardoso os parlamentares Osires Damaso (DEM), José Bonifácio (PR), Amélio Cayres (PR) e José Augusto Pugliese (PMDB) também já decretaram suas pré-candidaturas.