Cultura

Foto: Divulgação

A Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA), sob a regência do maestro Marcelo de Jesus, traz para Palmas um grande concerto por meio do projeto Música na Estrada, às 20 horas, no Teatro Fernanda Montenegro, na sexta-feira, 29. Para prestigiar as peças clássicas de músicos reconhecidos, como Vivaldi, Villa-Lobos e Tom Jobim, entre outros, basta trocar uma garrafa pet por um ingresso na entrada no teatro, que servirão no final do ano de matéria prima para os enfeites natalinos do Projeto Natal de Luz.

O espetáculo conta com o patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e dos Correios, e com o apoio do Ministério da Cultura (MinC) e da Fundação Cultural de Palmas (FCP). O projeto tem como objetivo disseminar a cultura da música clássica pelo Brasil, por meio de concertos, oficinas e palestras gratuitas. Nesta versão a turnê já passou por Cruzeiro do Sul, Cuiabá e Porto Velho.

Após o sucesso da 1ª edição do Música Barroca na Estrada, a agência de cultura Kommitment apresenta a 2ª edição do projeto, rebatizado de Música na Estrada. O projeto chega a 2012 ampliado, oferecendo para as regiões Norte e Centro-Oeste do país além de concertos abertos ao público, também, palestras com o maestro Marcos Arakaki e oficinas gratuitas de música clássica para alunos de escolas e conservatórios pré-selecionados.

Em Palmas as palestras aconteceram na ultima quarta-feira, 20, na Sala Sinhozinho do Espaço Cultural e na Escola de Tempo Integral Eurídice Ferreira de Melo.

O maestro da Orquestra

O maestro Marcelo de Jesus nasceu em São Paulo, e graduou-se em composição/regência e piano pela UNESP, tendo participado de importantes concertos no Brasil e no mundo. Para ele o projeto é importante para mostrar que a população do interior do Brasil pode também apreciar a música clássica.

“Basta torná-la acessível e mostrar que não é algo elitizado. É importante desmistificá-la, apresentando-a também como uma opção às músicas regionais. A falta de conhecimento não significa falta de interesse, mas, sim, falta de acesso”, afirma o maestro.

Por meio dessas ações continuadas de difusão cultural, o projeto tem como objetivo propiciar à população local o conhecimento de manifestações artísticas diferentes das regionais, o que representa imenso benefício social e cultural.

Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA)

A OCA é uma orquestra de cordas mantida pelo Governo do Amazonas. Criada em 2003, é regida pelo Maestro Marcelo de Jesus e composta por 8 violinos, 2 violas, 2 violoncelos e 1 contrabaixo. Com repertório próprio, a orquestra costuma apresentar concertos populares e eruditos em vários municípios do Amazonas e em centros culturais do país.

Programa do concerto

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)

Uma pequena serenata musical K.525 - Allegro

Antonio Vivaldi (1678 - 1741)

Concerto em dó maior para piccolo RV 444 - Allegro

Solista: Arley Raiol

Giuseppe Tartini (1692 - 1770)

Concerto em ré maior para trompete e orquestra - Allegro Grandioso

Solista: Rubens Souza

Alexandre Guilmant (1837-1911)

Peça Sinfônica op. 88 para Trombone e Piano

(Transcrição para orquestra de cordas: Hugo Pinheiro)

Solista: Hugo Pinheiro

Heitor Villa-Lobos (1887 - 1959)

Bachianas Brasileiras Nº4 - Prelúdio (Introdução)

Patapio Silva (1880 - 1907)

Primeiro Amor - Valsa-choro

Claudio Santoro (1919 - 1989)

Ponteio

Antonio Carlos Gomes (1836 - 1896)

O Burrico de Pau

Tom Jobim (1927 - 1994)

Se todos fossem iguais a você (Arranjo: Hugo Pinheiro)

As Estações

Antonio Vivaldi (1678 - 1741)

Primavera - Allegro

Solista: Sergey Sagaydo

Astor Piazzolla (1921 - 1992)

Verão Portenho

Solista: Elena Koynova

Antonio Vivaldi (1678 - 1741)

Outono - Allegro

Solista: Alexandra Tcherkezova

Antonio Vivaldi (1678 - 1741)

Inverno - Allegro non molto

Solista: Nikolay Muftafchiev

Astor Piazzolla (1921 - 1992)

Primavera Portenha

Solista: Elena Koynova