Estado

Foto: Divulgação

Empresários da área das energias renováveis devem investir no Tocantins no segmento da energia solar. Na manhã desta segunda-feira, 2, o governador Siqueira Campos recebeu representantes da empresa argentina Alubar Engenharia. Participaram do encontro o presidente da Alubar, José Maria Barele; o diretor executivo, Afonso Aguilar; o gerente, Marcelo Aguilar; e os representantes da IR Consultoria, Vilmar Fortuna e José Ribamar Dias. Também participaram da ocasião, os secretários Paulo Massuia, da Indústria e do Comércio; Luiz Carlos Borges da Silveira, da Ciência e Tecnologia; e Divaldo Rezende, do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. A reunião aconteceu no Palácio Araguaia.

Na oportunidade os representantes da empresa e o governador Siqueira Campos assinaram um termo de cooperação na intenção de desenvolver, no Tocantins, tecnologias referentes à produção de energia solar. O documento prevê a construção de uma indústria de montagem de painéis, uma usina de energia solar com capacidade de produção de 30 wats, de uma usina fotovoltaica para realizar o abastecimento do sistema público estadual e a implementação do Instituto Nacional de Energias Renováveis. “Além de todos os benefícios tecnológicos nossa empresa também se compromete em realizar a contratação, direta e indireta, da mão de obra local”, disse Barele.

O governador Siqueira Campos explicou que o Tocantins possui um grande potencial para produção de energias renováveis. “Nós já estamos bem encaminhados na produção de energias hídricas, caminhando para energias eólicas e agora iremos explorar o nosso potencial solar”, disse ele. O gestor também ressaltou que o Tocantins é o Estado das parcerias. “O Estado está aberto a parcerias em qualquer campo de atuação. Nosso slogan já diz tudo, somos o estado da livre iniciativa e da justiça social”, completou Siqueira Campos.

Depois de assinado o termo, a empresa deve apresentar seu projeto de implantação ao Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico. Depois disso, o Governo deve apoiar a implantação dos empreendimentos em Palmas. (Secom)