Estado

O Ministério Público Estadual (MPE) por meio do procurador geral de Justiça, Clenan Renaut de Melo Pereira, denunciou na segunda-feira, 2, ao Tribunal de Justiça, o prefeito de Centenário, Antônio dos Reis da Silva Figueiredo, e outras sete pessoas por diversas irregularidades, entre elas, o desvio de verbas públicas.

Conforme apurado pelo MPE, o prefeito dispensou licitação indevidamente ao contratar o Banco Matone S/A mesmo sabendo que os juros eram exorbitantes e além disto, para receber empréstimos, formalizou documentação fraudulenta.

As investigações concluíram que os empréstimos consignados foram pagos, via boleto, pelo município de Centenário, sem que houvesse desconto na folha de pagamento dos servidores beneficiários.

Diante das comprovações, o procurador geral de Justiça requer que gestor e demais denunciados sejam condenados a devolver a quantia de R$ 134.397,87 (cento e quatro mil, trezentos e noventa e sete reais e oitenta e sete centavos) e também responsabilizados criminalmente por formação de quadrilha. (Ascom MPE)