Polí­tica

Foto: Daniel Bezerra

Assim como a coligação de Carlos Amastha (PP), a chapa de Luana também orçou sua campanha em R$ 5 milhões. Deste total, a coligação poderá usar o montante todo, ou apenas um percentual conforme a necessidade estratégica dos partidos. O valor, conforme a assessoria de comunicação de Luana, já foi, inclusive, registrado junto ao Tribunal Regional Eleitoral.

Das três principais coligações que tentam o Paço da capital em 2012, o grupo do deputado Marcelo Lelis (PV) é o que tem a maior previsão orçamentária, com R$ 10 milhões. Em visita ao Conexão Tocantins, o próprio candidato já havia salientado o fator teto deste montante. “Nós poderemos usar 20%, como poderemos usar 100% do valor”, explicou, na oportunidade.

Estratégias

Depois de homologadas as chapas que irão disputar as eleições municipais em Palmas neste ano, candidatos e coligações aproveitam o mês de julho para traçar internamente suas estratégias e seus planos de governo. Desta forma, a coligação encabeçada pela deputada estadual Luana Ribeiro (PR) para a Prefeitura de Palmas tem realizado eventos internos visando a qualificação de seus candidatos e a formatação de sua estratégia eleitoral.

Parte desta programação interna da aliança entre Luana e Alan Barbiero (PSB) é o evento realizado na manhã desta quinta-feira, 12, que visa conscientizar candidatos e assessores quanto à Legislação Eleitoral e as atribuições que cada parte do processo tem no contexto das eleições.

Participaram do evento, cerca de 300 pessoas entre assessores e 80 candidatos das proporcionais da coligação. A responsável pela parte de marketing eleitoral foi a agência Casa Brasil, contratada para fazer a campanha da chapa. Já a questão jurídica das eleições, ficaram a encargo do advogado do grupo, Sérgio do Vale que foi o responsável pelo setor jurídico da campanha eleitoral do então governador e candidato a reeleição, Carlos Gaguim (PMDB), em 2010. Quanto à questão financeira,o contador Aristóteles Pinto passou orientações sobre prestação de contas, abertura de contas bancárias, arrecadações e doações.