Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Está previsto para o dia 15 de agosto a divulgação dos relatórios técnicos com as contribuições recebidas nas três audiências que debateram poluição veicular no Estado. Após Palmas e Gurupi, Araguaina encerrou a série de audiências, nesta última quarta-feira, 11, onde a população contribuiu com as discussões em torno das diretrizes do PCPV – Plano de Controle de Poluição Veicular, com o objetivo de estabelecer regras de gestão e controle da emissão gases de poluentes.

O plano foi apresentado pela diretora geral de Meio Ambiente e Florestas, da Semades – Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marli Santos, que destacou os problemas causados pelo efeito estufa, consequência dos gases emitidos, em sua maioria, por carros e motos.

Para a diretora, a audiência foi positiva. “As pessoas foram bem participativas, trouxeram questões pertinentes”, disse, ao exemplificar a sugestão de um participante, de estimular o uso de bicicletas com o aumento de ciclovias. “Isso é o esperado em audiências”, comentou.

Para o diretor geral do Detran, coronel Júlio Cesar da Silva Mamede, essa é uma ação para preservar os baixos níveis de poluição sonora e a atmosfera limpa, já que a frota do Estado cresceu mais de 420% em dez anos. “Não vamos ficar inertes. Não vamos deixar para os futuros gestores a tarefa de combater a poluição quando ela viesse a se fazer um problema urgente. Nossa opção é por agir proativamente”, concluiu.

Diretrizes

As diretrizes do PCPV apontam para a modernização e renovação da frota veicular, sendo que o Estado estuda mecanismos de incentivo; o monitoramento da qualidade do ar e a implementação do Programa de Inspeção e Manutenção de Veículos em Uso (Programa I/M).

Estiveram presentes ao evento pelo Detran, o superintendente Operacional, José Bento Vargas Neto; o diretor de Ciretrans e Postos, Nixon Marques; o assessor jurídico Júlio Franco Poli; o ouvidor geral, e presidente da Jari – Junta Administrativa de Recursos de Infrações, José Carlos Marinho Sabóia; além dos representantes das Ciretrans de Araguaina, Xambioá e Augustinópolis. (Ascom Detran)