Polí­tica

Foto: Divulgação

Mesmo com a expectativa pela posse do segundo suplente de deputado, Ricardo Ayres (PMDB) no lugar de Raimundo Palito (PP), a primeira sessão ordinária da Assembleia Legislativa deixou de ser aberta na manhã desta quarta-feira, 1º, por falta de quorum. O mínimo necessário para a abertura de uma sessão é de oito deputados.

Com 43 minutos de espera, apenas sete deputados registraram presença no plenarinho da AL (o plenário está em reforma), impossibilitando a abertura da primeira sessão do semestre. Cabe ressaltar que a Medida Provisória 05, que mexe nas estruturas do governo ainda precisa ser apreciada pelo Legislativo.

Dança das cadeiras

Na noite da última terça-feira, 31, o deputado Raimundo Palito foi nomeado para assumir a Secretaria Extraordinária de Assuntos Legislativos a partir deste mês. Em seu lugar, deverá assumir o segundo suplente de deputado, Ricardo Ayres (PMDB).

Ayres, durante sua primeira passagem pelo Legislativo, no ano passado, foi um ferrenho opositor ao governo de Siqueira Campos (PSDB). Com pronunciamentos contundentes e fortes ataques ao governo e ao governador, Ayres acabou se destacando como membro da bancada de oposição. Contudo, após o retorno do deputado Manoel Queiroz (PPS), Ayres deixou o parlamento.

Para esta segunda passagem pelo parlamento, no entanto, sua postura poderá ser, no mínimo, mais amena. Ricardo assumirá no lugar de um deputado da bancada governista e, de acordo com o próprio Raimundo Palito, depois de conversa com o secretário de Relações Institucionais, sua postura no plenário deverá ser diferente.