Polí­tica

Através do trabalho integrado da deputada professora Dorinha Seabra Rezende (DEM/TO), que é membro da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, do governador Siqueira Campos (PSDB) e do secretário de Juventude Olyntho Neto junto ao Comitê Organizador Local da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 (COL), o Tocantins foi um dos estados escolhidos para ser Centro de Treinamento na Copa. O COL anunciou, na manhã desta quarta-feira, 1º de agosto, a primeira versão do Catálogo de Centro de Treinamento de Seleções com 54 candidatos com contratos assinados. Ao todo, 76 foram aprovados tecnicamente. Mais duas versões do catálogo, que será online, serão divulgadas no primeiro e no segundo semestre de 2013. Até o momento, o COL recebeu 279 inscrições e inspecionou 244.

Dorinha comemorou a escolha do Tocantins e afirmou que o Estado tem plenas condições de ser um centro de treinamento. “É uma oportunidade de divulgar o nome do Tocantins nacional e internacionalmente e nosso Estado estará muito bem preparado para receber as seleções para treinamento. O governador Siqueira Campos e o Secretário Olyntho Neto já estão trabalhando nesse sentido de atender todas as recomendações do COL”, disse.

Os Centros de Treinamento de Seleções são locais que servirão como base para as equipes durante a Copa do Mundo da FIFA. São compostos por um local de treinamento e um hotel oficial. No Tocantins, o hotel selecionado pelo COL foi a Pousada dos Girassois II e o Estádio Nilton Santos para treinamento, em Palmas.

Sobre os CT’s

Entre os aprovados na primeira versão do catálogo, 30 estão localizados na região Sudeste, 14 na região Sul, quatro na Norte e três nas regiões Centro-Oeste e Nordeste. O secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, adiantou que o governo federal lançará uma linha de crédito para financiar a reestruturação de espaços públicos que planejem se candidatar a CTS.

“A estruturação, consolidação e seleção dos CTS é um ponto chave no processo de enraizar a realização da Copa do Mundo e vai deixar um legado de estruturas esportivas modernizadas espalhadas pelo país. E também cria um ambiente de mobilização para o evento. Várias outras cidades se sentem partícipes do processo”, afirmou Fernandes, que ainda destacou a importância do evento para o desenvolvimento do Brasil.

“É uma oportunidade para alavancar o desenvolvimento do país. Com a escolha das 12 cidades-sede, criamos 12 polos de desenvolvimento no Brasil, mas as possibilidades que se abrem para o desenvolvimento nacional vão muito além dessas cidades”, completou. (Com informações do COL)

Veja catálogo aqui

http://www.copa2014.gov.br/sites/default/files/tbc_complete_310712_1stversion.pdf