Polí­tica

A deputada federal Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) comemorou  a notícia da duplicação da BR-153 no Tocantins, anunciada pela presidente Dilma Rousseff (PT). A duplicação era um anseio da bancada federal e deputada Dorinha Seabra foi uma das parlamentares que havia apresentado uma indicação (n°2848/12) pedindo a inclusão no Orçamento Geral da União para 2013 de recursos para a duplicação da rodovia. No Estado, a duplicação, prevista para o segundo semestre de 2013, será no trecho que liga Talismã a Paraíso do Tocantins.

Para a deputada, a BR é a principal ligação do meio-norte do País com a região geoeconômica do centro-sul. Devido a esse fato e somado ao grande fluxo de veículos, a BR-153 é considerada atualmente como uma das principais rodovias de integração nacional do Brasil. Além disso, a parlamentar considera que a duplicação poderá contribuir para aumentar a segurança dos motoristas que ali trafegam.

Pelo Programa de Investimento em Logística: Rodovias e Ferrovias serão concedidos 7,5 mil quilômetros de rodovias e 10 mil quilômetros de ferrovias para a exploração da iniciativa privada. Os investimentos vão somar R$ 133 bilhões, sendo que R$ 79,5 bilhões serão investidos nos primeiros cinco anos. Para as rodovias, o total investido será R$ 42 bilhões e para as ferrovias, soma R$ 91 bilhões.

A BR-153 é a quarta maior do Brasil, ligando a cidade de Marabá (PA) ao município de Aceguá (RS), totalizando 4.355km de extensão. Ao logo de seu percurso, a BR passa pelos estados do Pará, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A rodovia é o principal corredor de escoamento da produção de importantes cidades como Passo Fundo (RS), Marília (SP), São José do Rio Preto (SP), Goiânia (GO), Anápolis (GO), Palmas (TO), Araguaína (TO), Imperatriz (MA), Marabá (PA) e Belém (PA). Só no Tocantins, a rodovia recebe cerca de oito mil veículos por dia, dos quais 75% é de transporte de carga. (Assessoria de Imprensa)