Estado

Foto: Divulgação Ismael Sabino - Presidente do Seet Ismael Sabino - Presidente do Seet

O presidente do Sindicato dos Profissionais em Enfermagem do Tocantins (Seet), Ismael Sabino da Luz, alerta os servidores públicos sobre suposto golpe que estaria sendo aplicado por uma associação de concursados. Uma tentativa teria sido aplicada na cidade de Paraiso, mas acabou frustrada pela ação do sindicato em conjunto com a Promotoria de Justiça do município.

De acordo com o representante do Seet na cidade, Higor Carvalho, pessoas ligadas à suposta Associação de Concursados do Brasil, teria procurado um grupo de pessoas aprovadas no primeiro concurso público do Tocantins, ainda em 1989. Segundo o sindicalista, os supostos assessores da associação teriam proposto abrir ação contra a anulação daquele certame.

Carvalho explicou, ainda, que em um primeiro contato, os membros da suposta associação se comprometeram a voltar a Paraíso para recolher cópias de documentos pessoais e uma quantia de R$ 100 por pessoa para iniciar os trabalhos judiciais. Desconfiado, o sindicato acionou seu departamento jurídico que, por sua vez, procurou o promotor Lucidio Bandeira Dourado.

O promotor, de posse das informações, participou da reunião em que os aprovados no concurso de 1989 entregariam cópias de seus documentos e fariam o pagamento, conforme relatou Higor Carvalho. Ao final da reunião, Lucidio Bandeira teria pedido a palavra e informado aos participantes que aquela ação não poderia ser levada adiante uma vez que, passados 23 anos, o primeiro certame já havia prescrito não cabendo, assim, nenhuma outra forma de recurso judicial.

Já a Promotoria de Justiça em Paraíso informou que já foi instaurado um procedimento para averiguar a ação da suposta Associação de Concursados do Brasil. Os representantes do grupo foram intimados e devem comparecer ao Ministério Público Estadual do município ainda na próxima semana.