Economia

A segunda edição do evento é uma mostra imobiliária, promovido pelo Sindicato da Indústria de Construção Civil do Estado do Tocantins (Sinduscon)  com o patrocínio do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual da Indústria e do Comércio, Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) e o Sebrae Tocantins.

Segundo o presidente do Sinduscon, Paulo Tavares o objetivo do Salão é divulgar e implementar as vendas dos associados. “O Salão Imobiliário também vai ser uma opção de compra facilitada, devido a incentivos de instituições financeiras,” disse Tavares.

O Salão contará com 3.500 metros quadrados e um diferencial este ano: os stands estão com espaço maior, de 100 m². A maioria dos espaços já foi vendido. Incorporadoras, construtoras, imobiliárias, lojas de materiais de construção, móveis planejados, novas tecnologias, decoração e de acabamento, além de profissionais autônomos, instituições financeiras, seguradoras, concessionárias de veículos, entidades de classe e associações do setor, já confirmaram presença permitindo a promoção de produtos e serviços do setor imobiliário.

Neste ano, é esperado a visitação de aproximadamente 30 mil pessoas com mais de 2 mil unidades  disponíveis para vendas, entre pré-lançamentos, lançamentos, unidades em construção, unidades prontas e unidades usadas. Ao todo, estima-se um volume de prospecção de negócios de cerca de R$ 200 milhões.