Polí­tica

Foto: Divulgação

Solucionar definitivamente o problema de áreas habitadas que ainda não são regularizadas e utilizar as áreas denominadas inservíveis para a construção de unidades habitacionais populares. Esses são compromissos do candidato a prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) para a área da habitação e infraestrutura da capital. As propostas foram apresentadas durante entrevista concedida à rádio O Jornal nesta sexta-feira, 21. 

Amastha ressaltou que irá estabelecer diálogo com o governo estadual para que as áreas na capital que pertencem ao Estado sejam reintegradas ao patrimônio territorial do município. “Vamos resolver de uma vez por todas esse impasse da falta de regularização fundiária que acarreta uma série de problemas para os moradores dessas áreas, como a falta de estrutura básica e da titularidade de seus lotes”, pontuou. 

Para atender a demanda habitacional Amastha destacou que conta com apoios federais estratégicos, como no caso do Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, que gerencia a política habitacional federal e programas como o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e Minha Casa, Minha Vida. “O Aguinaldo é um companheiro do partido que já destacou que irá nos apoiar nessa missão de possibilitar a construção de mais moradias e dotar as quadras mais afastadas do centro de infraestrutura”. 

Sobre áreas que poderias ser utilizadas para a construção de casas populares, Amastha ressaltou, “as áreas que a prefeitura queria vender e denominou de inservíveis podem ser utilizadas para esse fim, contribuindo para o adensamento urbano e diminuição dos vazios, com ocupação ordenada, que será gerenciada pelo Instituto de Planejamento Urbano que iremos implantar”, concluiu. (Assessoria de Imprensa)

Por: Redação

Tags: Carlos Amastha, Eleições 2012, O Jornal