Polí­tica

Foto: Divulgação

Reafirmando o seu compromisso com os movimentos sociais, o candidato a prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) assinou na tarde desta última terça-feira, 25, a “Plataforma Ambiental para a Prefeitura de Palmas”, documento elaborado com o objetivo de apresentar aos candidatos os anseios da sociedade palmense e solicitar o comprometimento com as ideias elaboradas. O evento aconteceu na sede da Associação de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis da Região Norte de Palmas (Ascampa), na região norte da capital.

A carta solicita que o próximo gestor se comprometa em criar e fortalecer fóruns e espaços deliberativos permanentes para promover a discussão nas áreas de meio ambiente, resíduos sólidos, mobilidade urbana, cultura, saúde e juventude, incentivando a participação e o controle social nas decisões da gestão.

Na ocasião, Amastha destacou sua preocupação com o meio ambiente e em especial com o tratamento adequado dos resíduos sólidos. “É uma área extremamente importante, conhecemos bons projetos de coleta seletiva, reciclagem e tratamento de resíduos sólidos que dão certo em grandes cidades brasileiras e que podem ser implantados aqui, observando o importante papel que os catadores de materiais recicláveis desempenham na capital e que esse trabalho se desenvolva de forma sustentável”.

Para Márcio Santos, integrante do Coletivo Jovem de Meio Ambiente no Tocantins (CJ-TO), uma das entidades que elaborou o documento, a iniciativa é mais um importante passo dado pelas entidades representativas da Capital. “As entidades e movimentos sociais não podem ficar ausentes desse processo que definirá o futuro da nossa cidade. Nossas propostas devem ficar claras e serem integradas à próxima gestão de Palmas”.

A carta foi elaborada pelos seguintes grupos e movimentos sociais: Coletivo Jovem de Meio Ambiente do Tocantins/ Rede de Juventude pelo Meio Ambiente da Amazônia; Casa 8 de Março – Organização Feminista do Tocantins; Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente; Coletivo Teatral Três Marias; Fórum Lixo e Cidadania do Estado Tocantins (FELC); Associação de Catadores e Catadora de Materiais Recicláveis da Região Norte de Palmas (Ascampa); Instituto de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos e Meio Ambiente (IDPDHMA); Central Única das Favelas (Cufato) e Associação Tocantinense de Preservação Ambiental e Valorização da Vida (Eco Terra). (Assessoria de Imprensa)

Por: Redação

Tags: ASCAMPA, Carlos Amastha, Eleições 2012