Economia

Foto: Divulgação

Na última terça-feira, 25, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), reunida com a  Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação (CEBNN) apresentou contraproposta para  assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho – 2012 e por meio disso encerrar o movimento grevista que já dura nove dias.

No Tocantins, os bancários realizam assembleia na noite desta quarta-feira, 26, a partir das 19h, na sede do Sindicato dos Bancários do Tocantins (Sintec-TO), em Palmas, na quadra 104 Norte. De acordo com o presidente, Célio Mascarenhas, a greve continua durante todo o dia e nenhum encaminhamento será feito até a realização da assembleia.

“Estamos acompanhando as deliberações nacionais e avaliando as propostas para apresentar na nossa reunião”, explicou. A Fenaban defendia um Índice de reajuste salarial de 6%, com um aumento real de 0,58%, na nova proposta, esse percentual vai para 7,5% com um aumento real de 2,02% acima do índice da inflação. 

Outros termos:

PLR: regra básica 90% do salário + R$ 1.540,00 e acréscimo de 10% na parcela fixa.

Piso - R$ 1.519 (reajuste de 8,5%, o que significa 2,95% de ganho real).

Caixa - R$ 2.056,89 (8,5% de reajuste).

Auxílio-refeição - R$ 472,15 (R$ 21,46 por dia), o que representa reajuste de 8,5%.

Cesta-alimentação - 13ª cesta-alimentação - R$ 367,92 (reajuste de 8,5%).

PLR - Regra básica: 90% do salário mais R$ 1.540 fixos (reajuste de 8,5%), com teto de R$ 8.414,34 (reajuste de 8,5%).

Caso a distribuição do lucro líquido não atinja 5% com o pagamento da regra básica, os valores serão aumentados para 2,2 salários, com teto de R$ 18.511,54 (8,5% de reajuste).

PLR adicional - 2% do lucro líquido distribuídos linearmente, com teto de R$ 3.080 (reajuste de 8,5%).

Antecipação da PLR - 54% do salário mais valor fixo de R$ 924,00, com teto de R$ 5.166,01 e parcela adicional de 2% do lucro líquido do primeiro semestre distribuído linearmente, com teto de R$ 1.540,00. (Ascom Sintec)