Campo

Foto: Marcelo de Deus Eduardo Gomes quer incluir o leilão na pauta das ações de responsabilidade social dos produtores rurais Eduardo Gomes quer incluir o leilão na pauta das ações de responsabilidade social dos produtores rurais

Iniciativa que uniu, a partir do agronegócio, diversos segmentos da sociedade tocantinense e outros Estados em prol de entidades e projetos sociais que cuidam de pessoas carentes, o Leilão Pecuária Solidária está prestes a ser difundido em todo o Brasil. Isso porque o leilão passará a ser apoiado, na divulgação, pela Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne (Feicorte), em São Paulo, considerada o maior evento “in door” de pecuária de corte do mundo.

Na próxima quarta-feira, 17, no Centro de Eventos Imigrantes, em São Paulo, o idealizador do Leilão Pecuária Solidária, o leiloeiro Eduardo Gomes, fará palestra a 200 gestores de marketing de empresas do agronegócio. Nessa data haverá o lançamento do Circuito Feicorte 2013. “A apresentação é  importante para mostrar não só a força do agronegócio unido pela solidariedade, mas, muito mais. Mostrará ao Brasil e aos líderes empresariais do setor a experiência feita no Tocantins a partir desta que é a atividade de maior participação na economia do nosso país, que uniu diversos segmentos em apoio a projetos de responsabilidade social consolidados no nosso Estado, e que tem no trabalho voluntário um grandioso exemplo no Tocantins”, disse.

Segundo o leiloeiro, a organização da Feicorte (através da diretora do Agrocentro Empeendimentos, Carla Tuccilio, e de Alessandro Roppa, marketing maneger da Nutron Alimentos), ao tomar conhecimento do projeto do leilão, manifestou interesse em apoiar na divulgação do projeto. “Eles fizeram o convite para participar da programação do NFT Marketing Trends, fazendo uma palestra sobre o projeto durante o lançamento do Circuito Feicorte 2013. Estarão presentes 200 gestores de Marketing das maiores empresas da cadeia produtiva do agronegócio brasileiro”, afirmou o leiloeiro Eduardo Gomes.

Feicorte

Referência em qualidade de pesquisa, tecnologia, equipamentos, produtos e serviços, a Feicorte só neste ano reuniu 30 mil visitantes, 4 mil animais de 25 raças diferentes e um total de 250 expositores. “Essa parceria reforça a condição de credibilidade do projeto, de seu objetivo que é unir não só a classe ruralista, mas toda a sociedade por uma razão, a solidariedade. Entretanto, o mais importante é que as ações sociais sérias feitas pelas entidades beneficiadas pelo leilão terão a garantia da continuidade do apoio. Isso é o que mais importa”, disse o leiloeiro Eduardo Gomes.

2013

O próximo Leilão Pecuária Solidária está programado para setembro de 2013, no Parque de Exposições do Sindicato dos Produtores Rurais, com transmissão ao vivo pelo Canal do Boi. "Meu desejo é que possamos incluir o Leilão Pecuária Solidária na pauta das ações de responsabilidade social dos produtores rurais, empresas e empreendedores do setor”, declarou.

História do projeto

A primeira edição do leilão ocorreu em 2009, em Gurupi, com participação de produtores rurais, empresários e lideranças classistas do Estado. A iniciativa foi criada pelo leiloeiro Eduardo Gomes para comemorar os 25 anos de sua atuação profissional no Estado.

Por causa do alcance social e para atender aos pedidos das associações e entidades, Eduardo Gomes promoveu a segunda edição em 2011, desta vez em Palmas, que arrecadou R$ 315 mil, divididos por dez entidades, o dobro de 2009. "O leilão se transformou em evento bienal, pois nós, os parceiros e os incentivadores, chegamos à conclusão que a iniciativa não poderia parar, seria um prejuízo muito grande aos projetos sociais do Estado. Pelo contrário, a intenção é fortalecer cada vez mais", finalizou.

Os dois primeiros leilões arrecadaram, em valor líquido R$ 685 mil, que foram entregues em espécie às entidades beneficiadas, com projetos sociais que cuidam de pessoas carentes, com trabalho reconhecido e respeitado no estado. Recentemente, o Departamento Nacional de Propriedade Industrial (DNPI) concedeu ao leiloeiro o direito de uso exclusivo da marca “Leilão Pecuária Solidária” em todo o País.