Estado

Foto: Divulgação

A presidente da República, Dilma Rousseff, inaugura na próxima quarta-feira (17/10), às 9h, a Usina Hidrelétrica Estreito (UHE Estreito), um dos maiores projetos de geração de energia elétrica do Brasil e que integra o Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal. A energia produzida pela usina, com potência instalada de 1.087 megawatts (MW), vai ser incorporada ao Sistema Interligado Nacional e deverá ser distribuída para o país. O empreendimento localizado no Rio Tocantins, foi construído pelo Consórcio Estreito Energia (CESTE) formado pelas empresas GDF SUEZ-Tractebel Energia (40,07%), Vale (30%), Alcoa (25,49%) e Intercement (4,44%).

Dilma e comitiva serão recepcionados por Carlos Castanho, diretor-presidente do Ceste e por uma comissão de diretores e presidentes das empresas acionistas do Consórcio. Além das autoridades do Governo Federal, estarão presentes na visita representantes dos Governos dos Estados do Tocantins e Maranhão, executivos do Ceste, empresas consorciadas e funcionários da UHE Estreito.

O lago formado pela hidrelétrica ocupa uma área de 400 Km2 e abrange 12 municípios pertencentes ao Maranhão e o Tocantins. A energia produzida será suficiente para abastecer uma cidade com quatro milhões de habitantes, contribuindo assim para o desenvolvimento sustentável daquela região e do Brasil.