Educação

Foto: Divulgação Ana Carolinne (C) visitou a sede da Seduc Ana Carolinne (C) visitou a sede da Seduc

A estudante Ana Carolinne da Silva, do Colégio Estadual Raimundo Alencar Leão, de Guaraí, esteve na tarde desta terça (16) juntamente com o prof° Ailto Barros e a gestora Maria Francisca Lima, na sede da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) em Palmas.

O motivo da visita foi o feito da estudante. Entre 700 projetos enviados de todo o Brasil, o de Ana Carolinne, 13 anos, aluna do 8° ano, ficou entre os três melhores colocados. “Dentro de 26 estados, nós estarmos entre os três primeiros é realmente muito significante”, pontuou Ailto Barros.

Ana participou do “Câmara Mirim”, um programa educativo promovido pelo Plenarinho que simula uma sessão ordinária da câmara dos deputados. No dia do evento, alunos do ensino fundamental fazem o papel de deputados mirins e apresentam, debatem e votam três projetos de lei selecionados entre todos os projetos enviados pelas crianças.

O projeto

Tudo começou no dia 11 de agosto, num sábado de homenagens aos pais na escola. Um dos professores não participou da festa do filho por estar no trabalho. “O pai não poder acompanhar o filho na festa de dia dos pais da escola por estar em serviço, foi muito marcante”, disse Ana. E assim que surgiu a oportunidade de participar do Câmara Mirim, a estudante resolveu sugerir algo que ocupasse da presença dos pais no ambiente escolar.

No dia 21 de setembro, o projeto de Ana Carolinne, “Abono Escolar”, ficou entre os três primeiros, junto com os de Minas Gerais e Ceará. “Realmente ninguém esperava. Estar entre os primeiros numa escala nacional é algo meio distante. Mas o nosso projeto é realmente muito claro e pertence a uma pauta importante”, ponderou Ailto. O projeto de Ana tem como justificativa a ausência dos pais na vida escolar dos filhos, por conta do trabalho. Entrando em vigor como lei, os pais passariam a ter direito de ser liberados para participar das reuniões escolares bimestrais (quatro vezes ao ano) ou quando a escola sentir necessidade da presença dos pais na unidade.

Apresentação na Câmara

A sessão plenária será no dia 18 de outubro, às 9 da manhã, no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília. Participarão também 400 crianças sorteadas de escolas de várias partes do país. Ana terá de cinco a dez minutos para defender sua proposta para que ela possa se transformar num projeto de lei, e caso tenha o apadrinhamento de algum deputado, passará a ser um projeto de lei e poderá entrar em vigor, “Estou muito nervosa, mas mais do que isso, estou esperançosa, confiante de que possa dar certo. Mostrar que o Tocantins tem muito a contribuir”, concluiu Ana. (Com informações da Seduc)