Polí­tica

Foto: Wilson Dias/ABr Prefeito Raul Filho durante depoimento da CPMI do Cachoeira Prefeito Raul Filho durante depoimento da CPMI do Cachoeira

A executiva do PT regional adiou para dia 25 a reunião prevista para esta quinta-feira, às 19 horas, para discutir sobre o pedido de expulsão contra o prefeito de Palmas, Raul Filho. Um grupo de membros da legenda pede que o gestor seja expulso em razão de suposto envolvimento de Raul com o contraventor Carlos Cachoeira. A executiva vai analisar se acata ou não o pedido.

A possível expulsão de Raul já causou polêmica no partido. A deputada estadual e primeira-dama da capital, Solange Duailibe se pronunciou a favor do marido e afirmou inclusive que os deputados José Roberto Forzani e Amália Santana, ambos do PT,  é que deveriam ser expulsos da legenda.

A declaração de Solange foi em resposta ao posicionamento de Forzani durante entrevista ao Conexão Tocantins quando ele afirmou que Raul Filho só atrapalha o partido.