Polí­tica

Foto: Divulgação

O relatório da Lei de Diretrizes orçamentárias - LDO de Palmas será entregue apenas na quinta-feira, 1º de novembro, segundo informou ao Conexão Tocantins o relator, vereador Milton Neris (PR). Neris adiou o prazo em razão de algumas sugestões que foram protocoladas na Câmara de Palmas pela comissão de transição do prefeito eleito Carlos Amastha (PP).

Questionado sobre o teor das sugestões o relator frisou que ainda vai discutir o assunto com o presidente da Casa, Ivory de Lira (PT). As sugestões serão também debatidas com os demais vereadores.

Nenhum dos vereadores protocolou emendas na LDO. Após a apreciação da peça que traça as diretrizes do orçamento do próximo ano, a Casa de leis vai analisar a Lei Orçamentária Anual onde cada vereador terá R$ 300 mil em emendas. Segundo Neris, mesmo com a renovação de parlamentar a partir do próximo ano as emendas estão garantidas. “São obras importantes que só vem a ajudar”, disse.

As obras indicadas pelos vereadores nesse valor deverão ser pagas na gestão de Amastha.