Cultura

Foto: Silvana Barbosa

A Fundação Cultural de Palmas (FCP), por meio da gerência de patrimônio cultural, abriu a exposição de fotos e objetos “Palmas antes de Palmas: um olhar sobre o Canela”, na Casa Suçuapara, localizada no Parque Cesamar, na manhã da última terça-feira, 30. A realização da mostra contou com o apoio da Associação dos Amigos do Patrimônio Cultural de Palmas (AAPCP) e segue disponível para visitação no horário de 12h às 18h, de segunda a sexta-feira. 

Na abertura do evento, estavam presentes alunos da Escola Municipal Daniel Batista, antigos moradores do Canela e algumas pessoas da comunidade, além dos servidores da FCP. Na ocasião, os presentes ouviram o depoimento histórico do Senhor Joaquim Batista e da Dona Maria de Lurdes, que puderam relembrar e detalhar um pouco de como era viver no povoado do Canela. 

O gerente de patrimônio cultural da FCP, Marcelo Lopes, ressaltou que a mostra possibilita perceber que a história de Palmas vai muito além de 23 anos, pois antes da existência da capital a região já era ocupada por pessoas que dedicavam suas vidas ao trabalho e que ajudaram a desbravar esta região. “Pessoas que colaboraram com o nascimento da cidade no início dos anos 90, abrindo mão de parte de seu território para construção da capital, com a instalação da UHE Luís Eduardo Magalhães”, ressalta. 

Palmas antes de Palmas: um olhar sobre o Canela 

A exposição de fotos e objetos Palmas antes de Palmas: um olhar sobre o Canela é uma forma de promover a comunicação entre antigos moradores do povoado do Canela e a população de Palmas, resultando no enriquecimento cultural da Capital do Tocantins, pois demonstra a história, a cultura e o cotidiano dessa antiga localidade que hoje só existe na imaginação das pessoas, pois fisicamente está sob as águas do reservatório da UHE Luís Eduardo Magalhães. 

Amigos do Patrimônio Cultural de Palmas 

A Associação dos Amigos do Patrimônio Cultural de Palmas foi criada em maio deste ano para fortalecer e socializar o patrimônio cultural de Palmas, valorizando a execução de programas, projetos e ações que vise contribuir com o desenvolvimento cultural, com a educação, a pesquisa, a preservação histórica e social do município, sendo a primeira das ações o apoio a mostra "Palmas antes de Palmas: um olhar sobre o Canela", e já dedica apoio às futuras mostras "Palmas antes de Palmas: um olhar sobre Taquaruçu" e "Palmas antes de Palmas: um olhar sobre Buritirana". 

Casa Suçuapara 

A Casa Suçuapara foi a primeira sede administrativa do Governo de Palmas, tombada por meio do decreto Nº 67 de 16 de março de 2005 e em seguida incorporada ao Patrimônio Cultural de Palmas. A Casa é um espaço museu que guarda e administra o acervo patrimonial e disponibiliza as fotografias e os documentos do acervo fotográfico da própria casa e dos primeiros anos de Palmas para pesquisas, sobretudo de cunho histórico. 

Bate-Papo Cultural 

A gerência de patrimônio cultural desenvolve o projeto Bate-Papo Cultural, com intuito de receber alunos da rede escolar de Palmas do ensino fundamental à universidade. Nos encontros, são discutidos vários aspectos históricos de Palmas e do Tocantins, em seguida há uma visita pelas dependências da Casa Suçuapara e da Casa da Cultura. As escolas interessadas no relato sobre o nascimento de Palmas e a importância do patrimônio devem enviar oficio a FCP destinado a gerência de patrimônio cultural descrevendo o dia e o horário da visita para que seja realizado agendamento.