Estado

Foto: Márcio Vieira

Por sua contribuição para as relações bilaterais, econômicas e sociais do Estado, na conquista do mercado para o Boi Verde tocantinense e por sua luta por um mundo melhor, o governador Siqueira Campos entregou na manhã desta quinta-feira, 1° de novembro, a comenda de Honra ao Mérito, no grau Gran Cruz, ao embaixador brasileiro para Assuntos no Oriente Médio, Cesário Melantonio Neto. A homenagem aconteceu durante o almoço oferecido ao embaixador e à embaixatriz Ilona Melantonio, no Palácio Araguaia.

Para o governador “é uma honra o Estado receber um dos grandes quadros da diplomacia brasileira, não só pela cordialidade e as orientações que nos ajudaram a levantar grandes parcerias para exportações dos produtos tocantinenses”, destacou, acrescentando que Cesário já integra a grande família Tocantins. “Este homem é um monumento de competência e relacionamento, e é aplaudido e respeitado em toda parte do mundo e nossa homenagem é uma forma de ser justo com ele”.

O embaixador, que passou vários dias no Estado conhecendo seu potencial turístico, falou da experiência. “Poucos diplomatas tem a oportunidade de conhecer a realidade de nosso país. Com tanto tempo fora do Brasil, temos a informação de que somos a 6ª economia do mundo e isso acaba nos fazendo imaginar que está tudo bem, mas, estes dias no Tocantins pudemos fazer uma reatualização do Brasil e ver seu potencial e necessidades”, afirmou, acrescentando que “receber esta comenda os torna mais responsáveis pelo desenvolvimento deste Estado e de todo o país e o Tocantins pode saber que tem mais um soldado na luta pelo seu crescimento”.

Ainda segundo Cesário, muitos investimentos já estão vindo para o Estado com vários países que tem interesse em manter relações com o Estado. “A China, a Rússia, a Grécia, Itália, Alemanha e Espanha querem investir no Estado e nossa alegria enquanto embaixador é ver esta conexão aumentar, principalmente no turismo e na área de infraestrutura e logística, entre outros, e o Itamaraty vai trabalhar para o sucesso destas relações”, destacou. (Secom)