Polí­tica

Foto: Koró Rocha Josi informou que serão levantadas as situações financeiras, administrativas e políticas do partido Josi informou que serão levantadas as situações financeiras, administrativas e políticas do partido

Depois da posse do ex-governador Marcelo Miranda como presidente da comissão provisória do PMDB, na tarde desta última quarta-feira, 21, a meta agora, de acordo com a deputada Josi Nunes, é fazer um levantamento completo da situação do partido depois de mais de um ano de gestão do deputado federal Júnior Coimbra. A deputada frisou que outra reunião foi marcada para a próxima semana para definir ações a serem tomadas pela próxima direção.

Josi informou que serão levantadas as situações financeiras, administrativas e políticas do partido. A meta, segundo a parlamentar, é traçar um panorama completo do PMDB para, a partir daí, iniciar um planejamento visando a próxima gestão. “Ficou definido que será feito um diagnóstico do partido em todos os 139 municípios”, salientou.

Para a deputada ficou determinada a tarefa de diagnosticar a situação do PMDB mulher e da Fundação Ulysses Guimarães. “Ficou faltando ainda determinar quem seria o responsável pelo PMDB Jovem, mas isso também será definido na semana que vem”, explicou.

Com relação à formação de uma comissão eleitoral, responsável por chamar novas eleições no partido, Josi Nunes frisou que ainda não foi definido e que este primeiro encontro foi somente para a posse do novo presidente e a apresentação dos documentos do diretório estadual do PMDB.

Cabe ressaltar que a comissão provisória tem “prazo de validade” de 90 dias. Após o vencimento do prazo e da realização das novas eleições, o novo diretório estadual da legenda deverá ser empossado.

Eleição

Até o momento, apenas dois nomes demonstraram interesse em disputar o diretório estadual do PMDB no Tocantins, o ex-governador e atual presidente da comissão provisória, Marcelo Miranda e o deputado federal e ex-presidente do partido, Júnior Coimbra. No entanto, além deles, o 2º suplente de deputado federal e também ex-gestor partidário, Osvaldo Reis é um forte nome para o pleito que se aproxima. Reis já foi presidente estadual do PMDB e goza de prestígio nacional dentro do partido.