Polí­tica

Foto: Divulgação

Esta semana promete ser decisiva para o prefeito eleito de Palmas, Carlos Amastha (PP). O pepista, conforme afirmou ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 26, pretende começar a definir os nomes nesta semana. O primeiro compromisso será nesta terça-feira, 27, quando o prefeito eleito receberá os representantes dos partidos que deverão apoiar sua gestão. O PPS, do vice eleito Sargento Aragão, o PSB de Alan Barbiero e o PCdoB já estão preparando as sugestões.

Amastha confirmou que receberá sugestão de nomes dos partidos para possíveis indicações no entanto deixou claro que a palavra final será dele. “ Ninguém dita secretário”, comentou. O pepista, conforme adiantou o Conexão Tocantins, já está construindo a maioria dos vereadores na Câmara.

Na quarta-feira, 28, o prefeito eleito pretende durante todo o dia reunir sua equipe e aliados para começar a definir os secretários.A estrutura da nova gestão, que terá 14 secretarias, já está definida, segundo ele. Além dos nomes já anunciados, o ex-secretário estadual Borges da Silveira já confirmou para Amastha que aceitará compor na sua gestão mas a pasta que ele comandará ainda será escolhida.

Amastha confirmou também que o governo do Estado fez o primeiro contato com ele o que pode ser o pontapé inicial para a relação institucional. O governador Siqueira Campos (PSDB) convidou o prefeito eleito para recepcionar as seleções do Brasil e da Colômbia no Desafio Internacional de Futsal que acontecerá nesta terça-feira  na capital. O evento temapoio logístico do Governo do Estado, em parceria coma Federação Tocantinense de Futsal (FTFS) e a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) e acontecerá no Ginásio da Ulbra da Teotônio.

Após sere eleito Amastha pediu audiência com o governador mas não foi atendido.

PMDB                    

Uma articulação que tem à frente o presidente da comissão provisória do PMDB no Estado, ex-governador Marcelo Miranda pode levar o partido também para a base do prefeito eleito. Após conversa com Amastha, Miranda pretende reunir os vereadores eleitos da legenda, Rogério Freitas, Joel Borges e Emerson Coimbra, para conversar sobre a possibilidade do partido integrar a base do novo prefeito. “ Entendo que temos que estar junto no projeto por Palmas”, disse Marcelo ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira. Ele estima que até a quarta-feira o partido já tenha essa definição. “ Vamos levar isso aos membros do PMDB”, disse.