Ciência & Tecnologia

O Governo do Estado e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins - FAPT lançam nesta segunda-feira, 3, às 9 horas, novos editais de incentivo à pesquisa, desta vez, voltados às áreas de recursos hídricos e educação. A cerimônia será na sala de reuniões da FAPT e contará com a presença da presidente, Andrea Stival, do secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Divaldo Rezende e o secretário de Educação, Danilo de Melo Souza.

Dois destes editais são resultados do acordo de cooperação firmado entre Fapt e a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e desenvolvimento Sustentável, no valor de R$ 1.6 milhões, que será distribuído no Programa de Pesquisa em Recursos Hídricos - PPRH. Um dos editais irá contemplar até 10 projetos de pesquisa cientifica e tecnológica, voltados à racionalização do uso e melhoria dos recursos hídricos, no valor de R$ 100 mil cada, incluindo ainda 10 bolsas de iniciação científica (nível graduação), para cada projeto citado acima. Já o outro edital contemplará até 7 Bolsas de Doutorado em Biologia e Ecologia das Alterações Globais junto à Universidade de Aveiro, em Portugal.

O terceiro edital, em parceria com o CNPq, Secretaria da Educação e a Fapt, que aprimorará o programa Teotônio Segurado, buscafinanciar projetos inovadores de pesquisa em escolas públicas do Estado do Tocantins, visando promover o desenvolvimento de experiências pedagógicas para ensino e aprendizagem no campo das Ciências; complementar a formação continuada do professor das escolas públicas estaduais; e despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes do Ensino Médio da Rede Pública Estadual. Neste edital serão contemplados até 20 projetos de pesquisa no valor de até R$ 20.100 mil reais cada, apenas para custeio. Além disso, o pesquisador proponente e sua equipe irão receber bolsas mensais, de acordo com seu nível de formação. A equipe será formada por um pesquisador proponente (mestre ou doutor), três professores do ensino médio da rede pública estadual, e 9 alunos do ensino médio também da rede pública estadual.   

Quem pode participar

Pode se inscrever qualquer pesquisador que reside no Tocantins e que esteja vinculado a alguma instituição de ensino e pesquisa do Estado. Os pesquisadores terão até 90 dias para submeter seus projetos junto a Fundação. O edital estará disponível no site da Fapt http://www.fapt.to.gov.br a partir do dia 3 de dezembro.

A presidente da Fapt, Andrea Stival afirma que o Governo do estado deseja fortalecer o desenvolvimento técnico científico, fazendo com que o Tocantins seja referência nacional no âmbito do desenvolvimento de pesquisas. “É para isso que estamos trabalhando desde a base, que é o ensino médio, até os profissionais mais habituados a realização de pesquisas, além da pós graduação na modalidade de Doutorado para os profissionais tocantinenses. O desenvolvimento passa pela pesquisa e incentivar a produção científica no Tocantins é o principal objetivo da Fapt”, finalizou. (Ascom Fapt)