Polí­tica

Foto: Divulgação

A Câmara de Palmas encaminhou esta semana ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO), à Prefeitura de Palmas e afixou no seu Placar o ato de declaração de vacância do cargo de vice-prefeito da cidade.

O documento foi assinado pela Mesa Diretora, formada pelo presidente, vereador Major Negreiros (PP); 1º vice-presidente, Emerson Coimbra (PMDB); 1º secretário, Joaquim Maia (PV); 2º secretário, Claudemir Portugal (PPS), e 3ª secretário, Gerson da Mil Coisas (PSL).

O ato destaca que a vacância do cargo de vice-prefeito se deve ao fato de o eleito, Sargento Aragão (PPS), não ter se apresentado para tomar posse nem ter justificado os motivos, no prazo legal de dez dias, conforme determina a Lei Orgânica do Município.

Aragão, em coletiva à imprensa, realizada dia 10, informou que havia decidido permanecer como deputado estadual.