Polí­cia

Foto: Divulgação

Seguindo orientação da Chefia da Polícia Civil no sentido de intensificar o combate ao tráfico de drogas na capital, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc), conseguiu fechar mais uma boca de fumo localizada na quadra 112 Sul em Palmas. Na ocasião foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico; Wesley Dias Carvalho, 27 anos e Marcos Duarte Borges de 26.

Após montar uma campana nas proximidades da residência do acusado Weley, também conhecido como “Gringo”, os Policiais Civis observaram a chegada do traficante Marcos, vulgo “Marquinhos Califórnia”, que já foi autuado em flagrante em outra oportunidade pela Denarc. Os agentes aguardaram a saída de Marquinhos que foi então abordado e, após uma rápida busca pessoal, foi encontrado em seu poder uma porção de cocaína.

Logo após, os policiais civis adentraram a residência que servia de ponto de comercialização de drogas, momento em que Wesley Dias Carvalho foi preso em flagrante.

De acordo com o delegado titular da Denarc, Carlos Miguel Manso, Marcos Duarte Borges já havia sido preso pela Delegacia Especializada por tráfico de drogas e Wesley Dias Carvalho, já tinha sido preso por porte ilegal de arma de fogo, crime contra o patrimônio, receptação de veículos furtados e, também pelo crime de furto, possuindo desta maneira uma extensa ficha criminal.

Segundo o delegado, Marcos tinha acabado de sair do regime semiaberto e Wesley se encontrava no regime semiaberto. Os indivíduos foram surpreendidos e presos em flagrante mais uma vez, no momento em que ocorria a venda da droga, segundo informação da polícia.

Ainda conforme Carlos Miguel, a Delegacia Especializada em Repressão a Narcóticos vem intensificando os trabalhos de investigação com o objetivo de reprimir e combater com firmeza o tráfico de drogas em Palmas. “Os trabalhos de monitoramento continuarão dia e noite, pois temos como prioridade coibir a expansão dessas substâncias entorpecentes em nossa cidade”, concluiu o delegado.

Após serem autuados, Marcos e Wesley foram encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas – CPPP, onde permanecerão a disposição do poder judiciário. (Ascom SSP)