Educação

Foto: Antônio Gonçalves

O prefeito Carlos Amastha (PP) visitou, na manhã desta segunda-feira, 4, as Escolas de Tempo Integral (ETIs) Padre Josimo Tavares e Cora Coralina, localizadas na Região Norte de Palmas. O encontro teve como objetivo conversar com os alunos sobre o perigo da dengue e apresentar as formas preventivas de combatê-la. Acompanharam o prefeito, durante as visitas, a primeira-dama de Palmas, Glô Amastha, a secretária municipal da Educação, Berenice Barbosa, e a diretora de Ensino Fundamental, Jordana Jácome.

As crianças receberam informações técnicas do próprio prefeito, de forma lúdica, com o auxílio de um personagem do mosquito Aedes Aegipty. O prefeito contou aos alunos que a Região Norte da capital é a segunda área de Palmas com o maior índice de infestação da doença, perdendo apenas para a região dos Aurenys. Em seguida, Amastha explicou como o mosquito se reproduz, seu ciclo de vida, e, principalmente, os principais criadouros, que são domésticos. “Mais de 90% dos focos da doença são encontrados dentro de casa, por isso, fiscalizem e orientem seus pais e vizinhos sobre a limpeza de calhas, vasos de plantas e recipientes para alimentação de animais domésticos”, destacou o prefeito.

Ainda durante a conversa com os alunos, o prefeito e a primeira-dama, Glô Amastha, conclamaram os estudantes a se tornarem fiscais dentro de suas próprias casas. As crianças aceitaram a proposta e receberam camisetas e folders com mais informações sobre prevenção e combate à dengue.

Fiscais mirins

Após a explanação do gestor municipal, algumas crianças citaram lições que aprenderam durante o encontro com o prefeito. “Vou pedir a minha mãe para colocar areia nos vasos de plantas e vou limpar o pratinho do meu cachorro”, disse Raiane Sousa, do 5º ano, da ETI Cora Coralina.

A secretária da Educação, Berenice Barbosa, elogiou a iniciativa de realizar esse trabalho de conscientização nas escolas. “As crianças, principalmente nas séries iniciais, são multiplicadoras do conhecimento e disseminam a informação aos pais com muita convicção”, disse.

Já o prefeito Carlos Amastha afirmou que as visitas foram extremamente positivas. “Eu tenho certeza de que formamos aqui milhares de fiscais, pequenos agentes de saúde, que vão ajudar a conscientizar seus familiares e assim, colaborar para resolvermos o problema da dengue”, concluiu. (Secom Palmas)