Saúde

Foto: Divulgação

Acontece nesta quinta-feira, 07, às 9 horas, o lançamento da campanha do Dia de D de Combate à Dengue nas escolas. O prefeito Carlos Amastha, acompanhado da equipe de técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), dá início à campanha que visa mobilizar as quadras vizinhas às escolas, pais e alunos contra o mosquito da dengue.

O lançamento acontece na Escola Municipal Pastor Paulo Leivas Macalão, na Quadra 407 Norte, onde equipes de combate à dengue estão realizando uma força-tarefa para a remoção de criadouros do mosquito.

Na programação estão previstas as encenações teatrais e exibição de vídeos ilustrativos de como uma comunidade pode se unir para combater o mosquito. Para ensinar as crianças a identificar o transmissor da doença, o laboratório móvel de entomologia do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) também será montado na escola.

A campanha quer viabilizar a parceria de diferentes setores e comunidade para que todos juntos possam evitar o avanço da doença. Segundo o secretário da Saúde, Walter Balestra, a parceria com as escolas é apenas uma das estratégias de ação que a Prefeitura está articulando para diminuir o índice de infestação por dengue na capital.

Segundo Balestra, a divulgação da campanha será iniciada nas escolas localizadas nas regiões com maiores índices de infestação, conforme apontou o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) 2013. Com índice de 9,7% de infestação na Região Norte e 7,6% de infestação no Jardim Aureny III, estas duas áreas da Capital foram consideradas prioridade na força-tarefa e estão recebendo mutirões de destruição de criadouros. As ações foram iniciadas ainda na semana passada. Nesta quinta, a força-tarefa chega ao setor Jardim Aureny IV e  à Quadra 407 Norte.

LIRAA

O último LIRAa identificou que 82% dos criadouros de dengue foram localizados em imóveis com responsável. Apenas 18% dos focos positivos identificados estavam em terrenos baldios, segundo apontou o Levantamento de Índice Rápido por Amostragem para Aedes Aegypti (LIRAa) 2013.

Realizado entre os dias 21 e 25 de janeiro, o LIRAa 2013 apontou Índice de Infestação predial (IIP) médio de 6,57% em Palmas, o que enquadra Palmas em estado de alerta de surto. O índice de infestação apontado pelo levantamento é  superior ao índice de 1% tolerado pelo Ministério da Saúde (MS). A última edição do LIRAa realizada antes do início chuvoso 0,67% de IIP médio na Capital. (Secom Palmas)