Bastidores

Iniciadas as atividades da Assembleia Legislativa do Tocantins no ano de 2013, após a posse dos novos membros da Mesa Diretora, o próximo passo para o Governo do Estado dentro do Parlamento é a indicação de um líder para representar a administração estadual. Três nomes já passaram pelo cargo de confiança do Executivo: Freire Júnior (PSDB), José Bonifácio (PR) e, mais recentemente, Osires Damaso (DEM). Este último deixou a função para ocupar a primeira vice-presidência da Casa de Leis.

Ainda na metade de sua gestão, depois da saída de Damaso, o governo busca seu quarto líder na AL. E, mais uma vez, três nomes surgem nos bastidores como fortes possibilidade de ocupar a vaga. Amélio Cayres (PR), Raimundo Moreira (PSDB) e Vilmar do Detran (PMDB) foram os parlamentares que tiveram nomes ventilados para assumir a liderança de governo na Casa.

Nada oficialmente confirmado ainda, uma vez que a indicação do líder é de responsabilidade do governador Siqueira Campos (PSDB).

Destes três, o deputado que vem ganhando mais força para assumir o cargo é o ex-presidente da Casa, Raimundo Moreira. Por ter sido ocupante da cadeira maior do Parlamento, o tucano tem prestígio e articulação para assumir a vaga deixada por Damaso. Moreira ficou na Presidência da Casa de Leis entre 1º de fevereiro de 2011 e 1º de fevereiro de 2013, quando Sandoval Cardoso (PSD) assumiu.

Outro nome forte do governo na Assembleia é o de Amélio Cayres que, mesmo durante a liderança de Osires Damaso, era o deputado que mantinha um contato mais estreito com o Executivo, através da Casa Civil.

Já o peemedebista Vilmar do Detran, conforme informações de bastidores, seria uma forma de aproximar seu partido da base de governo. O presidente regional do PMDB, deputado federal Júnior Coimbra, já havia comentado ao Conexão Tocantins que, depois da aliança com o governo estadual na disputa pela Prefeitura de Palmas, vinha mantendo conversas com a administração estadual.

Contudo, a situação do PMDB na Assembleia pode frustrar a indicação de Vilmar do Detran. Dividido desde o ano passado, a legenda, que já contou com seis deputados na oposição ao governo, hoje amarga uma situação complicada em que apenas a deputada Josi Nunes e o deputado Eli Borges tem se mantido contrários ao Governo. Desta forma, é possível que o Governo prefira não entrar na disputa interna do partido.

Cogitados negam

Ao Conexão Tocantins, no entanto, os cotados para assumirem a função de líder de governo na Casa de Leis negaram que tenham sido convidados para o cargo. O ex-presidente da Casa, Raimundo Moreira, o deputado Amélio Cayres e o ex-líder de governo, Osires Damaso foram categóricos ao informar que nada neste sentido havia sido discutido entre Executivo e Legislativo.