Polí­tica

Foto: Divulgação

A luta pelo fortalecimento da economia brasileira em seus mais diversos segmentos levou o deputado federal Ângelo Agnolin (PDT) a presidência da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC), uma das mais disputadas da Casa. Esta é a terceira vez, em toda a história, que um deputado tocantinense assume a presidência de uma comissão permanente. O resultado da eleição foi  oficializado na noite desta quarta-feira, 27, pelos lideres das maiores bancadas da Casa.

Ciente do papel que representa, sobretudo pela função elementar que a Comissão exerce sobre temas relevantes para à ordem econômica nacional, Agnolin disse que irá conduzir os trabalhos de forma dinâmica, para que seja possível acelerar a tramitação de projetos que, de fato, produzam incentivos para desenvolver o país.

Entre diversas atribuições, a Comissão delibera sobre assuntos relativos a economia nacional e internacional, bem como a política sobre a atividade industrial, comercial e agrícola; comércio exterior; políticas de importação e exportação; acordos comerciais, tarifas e cotas; políticas sobre o cooperativismo e outras formas de associativismo na atividade econômica, além de apoio as micro e pequenas empresas e propriedades industriais.

De forma exponencial, o parlamentar vem ganhando notoriamente e espaço na Câmara dos Deputados. Ainda no primeiro mandato, chegou a se posicionar entre os parlamentares mais atuantes do Congresso Nacional e agora assume a presidência de uma das maiores comissões da Casa.

Ângelo Agnolin que já tem uma trajetória de representação e apoio ao setor comercial e industrial no Estado do Tocantins integrou a CDEIC desde 2011. Foi lá que teve a oportunidade de apresentar diversos projetos e requerimentos, a exemplo da redução da carga tributária do setor elétrico e automobilístico e da regulamentação do comércio eletrônico. (Assessoria de Imprensa)